Governo está otimista sobre leilão de concessão da BR-163, em Mato Grosso

O governo está confiante quanto ao resultado do leilão, na próxima quarta-feira (27), para concessão de 851 quilômetros da Rodovia BR-163, que vai da divisa com Mato Grosso do Sul à cidade de Sinop, no centro-norte de Mato Grosso, disse ontem  (25) o ministro dos Transportes, César Borges.

Ele ressaltou que a presidenta Dilma Rousseff ficou satisfeita ao saber da existência de sete propostas de empresas e consórcios com longa atuação no setor. “Então, a gente só pode ficar otimista em relação à abertura das propostas”, destacou.

Leia também: Sete grupos se inscrevem para disputar o leilão de concessão de rodovia em Mato Grosso

De acordo com informações divulgadas mais cedo pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), o leilão está marcado para o dia 27, às 10h, na Bolsa de Valores de São Paulo (BM&FBovespa), e vence quem oferecer o menor pedágio, cujo teto foi fixado em R$ 5,50 para cada trecho de 100 quilômetros.

A concessão será por 30 anos. Período em que a vencedora terá que fazer obras de duplicação, melhoramentos em geral e manutenção da rodovia ora em disputa pelo Consórcio Rota do Futuro, Investimentos e Participações em Infraestrutura (Invepar), Consórcio Integração, Companhia de Participações em Concessões (CCR), Galvão Engenharia, Triunfo Participações e Investimentos (TPI) e Grupo Odebrecht.

A concessão da BR-163 faz parte do Programa de Investimento em Logística do governo federal, que já licitou o trecho da BR-050, entre Goiás e Minas Gerais, em setembro. Está prevista, até o quinto ano de concessão, a implantação de vias marginais em travessias urbanas, interseções, passarelas e melhorias em acesso, como o contorno de 10,9 quilômetros na cidade de Rondonópolis.

Por: Stênio Ribeiro
Colaborou: Sabrina Craide
Repórter da Agência Brasil – EBC
Edição: Aécio Amado

 

Deixe um comentário