FAB retoma resgate ao avião no Pará, após encontrar terceiro corpo

As equipes de busca retomam hoje (28) os trabalhos de resgate do bimotor Beechcraft BE58 Baron localizado na última terça-feira (22), depois de 36 dias desaparecido no sudeste do Pará. Ontem (27) à noite, a Força Aérea Brasileira (FAB), que coordena os trabalhos, confirmou ter encontrado um terceiro corpo nos destroços da aeronave.

Até o momento, não há informações sobre a identidade das vítimas. Segundo a assessoria de comunicação da FAB, os corpos foram levados ontem para o Instituto Médico-Legal do município de Itaituba para o trabalho de reconhecimento.

A aeronave, de prefixo PR-LMN, pertencia à empresa Jotan Taxi Aéreo, que prestava serviço à Secretaria Especial de Saúde Indígena, ligada ao Ministério da Saúde. De acordo com o ministério, cinco pessoas estavam a bordo: as técnicas de enfermagem Rayline Sabrina Brito Campos, Luciney Aguiar de Sousa e Raimunda Lúcia da Silva Costa, o motorista Ari Lima e o piloto Luiz Feltrin. Eles substituiriam as equipes que já prestavam atendimento às aldeias da etnia Munduruku, na região de Jacareacanga.

A aeronave havia desaparecido no dia 18 de março, cerca de uma hora depois de decolar do Aeroporto de Itaituba com destino a Jacareacanga.

Desde a última quarta-feira (23), militares da FAB, com apoio de policiais militares paraenses, trabalham no resgate das pessoas que estavam a bordo. Apenas na sexta-feira (25) conseguiram chegar ao interior da cabine, em virtude das condições adversas do local, patanoso e em meio à mata fechada. Além do resgate, uma equipe do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa) está no local para investigar as causas do acidente.

Por: Ivan Richard
Fonte: Agência Brasil – EBC
Edição: Denise Griesinger

Deixe um comentário