Rio Negro atinge nível de 29,50 metros em Manaus

CPRM prevê cota máxima de 29,60 metros, porém Boletim informa que vazante começou nos rios da Amazônia

O nível do rio Negro, em Manaus, atingiu nesta quinta-feira (3) cota de 29,50 metros, a maior registrada este ano. A enchente começou a perder força no início de junho e a mudança variável em centímetros é natural, de acordo com o Serviço Geológico do Brasil (CPRM), que previu para a cota máxima deste ano em 29,60 metros.

De acordo com boletim divulgado no último dia 26 de junho, sobre a situação da cheia no Amazonas, a vazante já começou na maioria dos rios: as bacias do Javari, Purus e Amazonas encontram-se no período de vazante; já no Madeira há vazante, mas com níveis ainda elevados para o período. Na bacia do Solimões, monitorado nas estações de Manacapuru e Itapeuá (próximo a Coari) está com nível parado, com sinal de fim de cheia. O monitoramento,no entanto, aponta que o nível da Bacia do rio Negro segue estabilizada.

As defesas civis de Manaus e do Amazonas informaram que a situação de atendimento aos que sofrem com a enchente continua a mesma. Na capital, aproximadamente 3 mil famílias de 16 bairros foram atingidas. As operações de descontaminação já iniciaram nas áreas alagadas. No total, 37 municípios seguem afetados, onde 59,8 mil famílias, pouco mais de 300 mil pessoas, sofrem com a subida das águas, principalmente ribeirinhos e moradores das áreas rurais. Boca do Acre e Humaitá permanecem em estado de calamidade. Esta é considerada a sexta maior cheia do Estado.

Chuvas em julho

De acordo com dados fornecidos pelo Centro Técnico Operacional da Divisão de Meteorologia do Sistema de Proteção da Amazônia (Sipam) à pedido do Portal Amazônia, neste mês “a previsão para o Amazonas é de chuvas dentro da normalidade, o que significa dizer que uma grande parte do Estado (em especial o Sul) deverá apresentar índices reduzidos de precipitação por estarem no período seco”.

Os índices, informam, elevam-se em direção ao Norte, onde a estação é de chuvas (extremo norte e noroeste, em especial, com índices acima de 300 mm). Manaus deverá apresentar volume de chuvas abaixo de 100 mm em julho.

A previsão do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), para Manaus, varia entre mínima de 23°C e máxima de 33°C até o sábado (5), com tempo nublado a encoberto com pancadas de chuva em áreas isoladas.

Fonte: Portal Amazônia

Deixe um comentário