Eleito governador do Amapá, Waldez Góes promete discutir medidas tributárias

Waldez Góes, do PDT, venceu o candidato à reeleição Camilo Capiberibe, do PSB. O pedetista obteve 60,58% dos votos válidos, o que corresponde a 220.256 eleitores. O segundo colocado teve 39,42% dos votos, equivalentes a 143.311 eleitores. A vitória de Waldez, que é apoiado pelo senador José Sarney (PMDB-AP), marca o retorno do PDT ao comando do governo amapaense.

Em entrevista coletiva logo após ser eleito, Waldez afirmou que vai debater com o setor do comércio, a partir do ano que vem, a substituição tributária, medida adotada em 2012 pelo governador Camilo Capiberibe, que obrigou os empresários ao pagamento de impostos antes da venda das mercadorias. “Eu quero conversar com os comerciantes, dar a eles a oportunidade de tocar os negócios da melhor maneira possível”, concluiu.

Waldez também se disse solidário ao candidato derrotado e garantiu que será um governador não só das militâncias, mas de todo o povo do Amapá. “Todos sabemos que as campanhas são duras, quero agradecer a meu adversário e dizer que meu governo será para todos”.

O governador eleito falou ainda que, na educação, pretende criar escolas de tempo integral em cada um dos 16 municípios amapaenses e valorizar o professor.

Por: Gustavo Minari
Fonte: Agência Brasil – EBC
Edição: Stênio Ribeiro

Deixe um comentário