Pará: parte do atual secretariado será mantida no segundo mandato de Jatene

A estrutura principal do atual governo de Simão Jatene (PSDB) deve ser mantida no segundo mandato. O vice, no entanto, é outro. José da Cruz Marinho, conhecido como Zequinha Marinho, foi eleito nessas eleições na chapa de Jatene, e vai ocupar a partir de janeiro o lugar que atualmente é de Helenilson Cunha Pontes.

Alguns ajustes, no entanto, devem ser feitos pelo governador nas próximas semanas. A expectativa é de que até a primeira quinzena de novembro seja feito o anúncio de algumas substituições no secretariado atual. Nesse domingo (27), em entrevista a jornalistas após ser declarado oficialmente reeleito, Simão Jatene sinalizou com a mudança de nomes.

“Tenho um princípio de que a todo tempo a gente precisa avaliar acertos e erros”, disse o governador, complementando que com base nessa avaliação deve ser feita sim uma rediscussão e uma reconstrução da estrutura. “Até porque que é fato, como nós neste mandato estamos encerrando tivemos dificuldade muito grande de reequilibrar as contas, e isso está superado, agora esse reordenamento da administração se torna muito mais fácil”.

No início do ano, houve uma troca do secretariado, que objetivou principalmente a desincompatibilização do cargo de quadros que disputaram as eleições deste mês. Após o pleito, parte dos candidatos deve retornar ao governo.

Em entrevista à Agência Brasil, no sábado (25), Jatene disse que pretende criar uma política de remuneração dos funcionários públicos atrelada ao crescimento da receita. Esta é a primeira promessa na área do funcionalismo de seu compromisso de governo, apresentada ao Tribunal Superior Eleitoral no início de sua candidatura.

“Os servidores se transformam em fiscais do próprio estado, parte do crescimento da receita será destinada à correção e ao crescimento do salário”, disse Jatene. A criação dos centros regionais de Governo, com o intuito de descentralizar a prestação dos serviços públicos, pode ajudar a solucionar algumas das queixas dos cidadãos paraenses, como as feitas por pessoas ouvidas nesta segunda-feira (27) pela Agência Brasil.

Outra prioridade do segundo mandado de Jatene será o que ele vem chamando de Pacto pela Educação. Após obter empréstimo de US$ 200 milhões do Banco Interamericano de Desenvolvimento, o estado está aportando mais US$ 100 milhões para ações de expansão da infraestrutura escolar e utilização da internet para tornar a educação mais atrativa às crianças e aos jovens.

A Secretaria de Comunicação do governo informou que a atual administração é formada por 19 secretarias e cinco secretarias especiais, criadas em 2011 para garantir maior articulação entre os órgãos do governo. São elas: Gestão; Desenvolvimento Econômico e Incentivo à Produção; Infraestrutura e Logística para o Desenvolvimento Sustentável; Proteção Social; e Promoção Social. As demais secretarias estão vinculadas a elas, de acordo com a área de atuação.

Por: Paulo Victor Chagas
Fonte: Agência Brasil – EBC
Edição: Aécio Amado

Deixe um comentário