Governador do Amazonas promete reduzir gastos

José Melo foi eleito em outubro para continuar no comando do governo do AmazonasDivulgação

Logo após tomar posse na noite de quinta-feira (1), o governador do Amazonas, José Melo de Oliveira (PROS), destacou que uma das metas no cargo é reformar a estrutura governamental, com o objetivo de reduzir, anualmente, os gastos da máquina pública em R$ 700 milhões.

A intenção é a de obter recursos para investimentos e, para isso, deverão ser feitas fusões de repartições públicas. As mudanças devem começar este mês e, inicialmente, devem atingir departamentos da Secretaria de Segurança Pública e da Secretaria de Produção Rural.

Durante a sessão solene de posse, no Centro de Convenções Vasco Vasques, zona centro-oeste de Manaus, José Melo disse que vai dar ênfase a investimentos na área de educação e que o setor rural também merecerá atenção especial, principalmente, os empreendimentos voltados à piscicultura. “Será por meio da educação que haveremos de construir um Amazonas ainda mais promissor e desenvolvido.”

Formado em economia, José Melo Oliveira, foi eleito com 55,53% dos votos válidos (869.992 votos). Ele já ocupava o cargo desde abril deste ano, quando passou da condição de vice para governador, ao substituir Omar Aziz, que deixou a cadeira para disputar uma vaga no Senado.

A cerimônia de posse contou a com presença de cerca de 1,2 mil convidados entre familiares, deputados federais, secretários de governo, autoridades do Poder Judiciário. No ato, ele homenageou os pais, os seringueiros Jurandir Oliveira, que já morreu, e dona Osmarina Melo de Oliveira, que não esteve presente por estar com problemas de saúde.

Por: Marli Moreira
Fonte: Agência Brasil – EBC
Edição: Talita Cavalcante

Deixe um comentário