Seis meses após inauguração, Arena Pantanal é interditada pelo governo

Inaugurada há seis meses, a Arena Pantanal, em Cuiabá, foi interditada pelo governo de Mato Grosso nesta quarta-feira (21) para obras de reparo. O estádio apresenta problemas na rede elétrica, infiltrações e alagamentos. Por isso, não tem condições de receber qualquer tipo de evento.

Erguida totalmente com recursos públicos, a arena custou R$ 626 milhões e recebeu quatro jogos da Copa do Mundo de 2014.

A empreiteira Mendes Júnior, responsável pela construção da Arena, deverá fazer as correções necessárias apontadas pelos engenheiros do governo e da Controladoria Geral do Estado. Eles realizaram as inspeções no estádio, juntamente com representantes da Defesa Civil e do Corpo de Bombeiros de Mato Grosso. O governo disse que não irá gastar nada com os reparos.

De acordo com o secretário Extraordinário do Gabinete de Projetos Estratégicos, Gustavo Oliveira, “do jeito que está a Arena Pantanal oferece riscos aos usuários”.

As chuvas agravaram os problemas das infiltrações no teto e na parte interna do estádio, prejudicando, inclusive, o gramado com alagamentos e comprometendo ainda a parte elétrica. Há infiltrações na cobertura e na subestação de energia, que chega a alagar. Alguns elevadores e o ar-condicionado também não funcionam.

Em novembro do ano passado, uma égua da cavalaria da Polícia Militar morreu na Arena após ser eletrocutada. O animal estava num gramado na área externa e não conseguiu escapar a tempo da descarga elétrica. A extinta Secopa informou, na época, que um fio desencapado causou o choque que matou a égua, que se chamava Andrômeda.

Mesmo não tendo sido completamente finalizado, o estádio, após a Copa, chegou a receber alguns jogos da Série A do Campeonato Brasileiro e também da Copa do Brasil, além de shows nacionais.

A expectativa do governo é de que os reparos sejam concluídos até o início do mês que vem, para que o estádio receba o jogo inaugural do Campeonato Mato-Grossense de Futebol, marcado para o dia 1º de fevereiro. A arena tem capacidade para acomodar 43 mil pessoas.

Fonte: Folha de São Paulo

Deixe um comentário