Com galhos e até pedras, indígenas fecham rodovia em MT pelo 4º dia

Índios cobram melhorias na infraestrutura e melhores condições de saúde. Não existe previsão para liberação do tráfego na BR-163.

Os índios das etnias Terena e Maben-Groke voltaram a bloquear trecho da BR-163 em Itaúba, a 599 km de Cuiabá, nesta segunda-feira (2). Os indígenas tinham liberado o trânsito no domingo (1º) e fecharam cerca de 20 horas depois, segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF). Não existe a previsão de liberação da rodovia.

Cerca de 50 indígenas colocaram galhos de árvores, pneus e até pedras para impedir a passagem de veículos pelo local. Eles também usam arcos e flechas. Os índios interditaram a rodovia na sexta-feira (29) para cobrar melhorias nas áreas de saúde e infraestrutura nas aldeias, localizadas em Colíder, a 648 km de Cuiabá. O protesto também é contra a falta de medicamentos, profissionais de saúde e combustível para carros, barcos e avião e continuidade das obras dos postos de saúde.

A polícia informou que os índios não estão cobrando pedágio dos motoristas, mas não permitem a passagem de nenhum veículo pela rodovia. Sábado e domingo também houve protesto. Para os motoristas que precisar passar por esse trecho da rodovia, a alternativa é seguir pela MT-423, que liga o município de Cláudia a Marcelândia, e depois segue até a BR-163 entre Santa Helena e Terra Nova do Norte.

Essa rodovia dá acesso à região do Camping Clube em Sinop, onde os motoristas podem retornar a BR-163, sem pegar a interdição.

Fonte: G1

Deixe um comentário