Programa Amazônia Conectada leva internet a Coari e Tefé

Cabos de fibra ótica nos leitos dos rios levarão internet de qualidade a mais de 200 km de Manaus

O trecho entre Coari e Tefé, no Amazonas, com 220 km, passará a ter acesso à internet a partir de abril de 2016. Isso se dará graças ao Programa Amazônia Conectada, uma iniciativa que levará internet para cidades do interior do Estado por meio de cabos de fibra ótica instalados nos leitos dos rios.

A primeira etapa da empreitada foi a construção de um anel de dez quilômetros em Manaus para conectar 12 instituições conectadas à rede metropolitana da cidade, a MetroMAO. A Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP/MCTI) faz parte da empreitada.

Tefé é o segundo maior centro de produção de conhecimento do Amazonas, atrás apenas de Manaus, segundo o secretário-executivo de Planejamento em CTI amazonense, Estevão Vicente de Paula. Lá estão instaladas instituições como o Instituto Mamirauá/MCTI e campi da Universidade Federal do Amazonas (Ufam) e da Universidade Estadual do Amazonas (Ueam), por exemplo.

O diretor-geral da RNP, Nelson Simões, destacou o papel das universidades em fixar recursos no interior e promover o desenvolvimento regional, nos âmbitos social e econômico.

“O Programa Amazônia Conectada não interliga apenas duas cidades dentro do Amazonas. Há todo um contexto nacional e global para inclusão de pesquisadores gerando conhecimento nesse espaço de colaboração científica mundial”, declarou.

Fonte: Ministério de Ciência e Tecnologia

Deixe um comentário