Fogo no Parque do Jaú no AM é controlado após 11 dias de incêndio

Chamas foram controladas no domingo (17), diz Defesa Civil de Novo Airão. Animais foram mortos durante incêndio; causas devem ser investigadas.

Segundo a Defesa Civil, chamas duram cerca de dez dias (Foto: Divulgação/ Defesa Civil)
Segundo a Defesa Civil, chamas duram cerca de dez dias (Foto: Divulgação/ Defesa Civil)

O fogo que destruiu mais de 1 mil hectares de mata no Parque Nacional do Jaú, localizado em Novo Airão, a 115 km de Manaus, foi controlado no domingo (17). As chamas tiveram início há 11 dias e o combate ao fogo só teve início no dia 13, conforme a Defesa Civil do município. As causas do incêndio devem ser investigadas.

O incêndio foi controlado após cinco dias de trabalho da Defesa Civil, Corpo de Bombeiros e voluntários. Segundo o coordenador do órgão em Novo Airão, Márcio Cavalcante, uma força tarefa foi montada para combater as chamas.

“Nós recebemos informações de um de nossos agentes de que o fogo foi controlado, foi confinado e rescaldado, não havendo nenhuma fonte que possa realimentá-lo. Foram mobilizadas 22 pessoas no cotrole às chamas”, disse.

As chamas se alastraram nas proximidades da cachoeira Carabinani. “Por sorte, parte do fogo se deu em uma área de areia, que originou um aterro que evitou a propagação das chamas. Fizemos um ‘L’ e conseguimos combater 80% dessa área”, informou o coordenador da Defesa Civil ao G1.

Animais como jacarés, tamanduás e cobras foram mortos durante o incêndio no Jaú, maior parque nacional do Brasil. Além disso, foram queimados cerca de 1 mil hectares de mata, que correspondem a aproximadamente 1,2 mil campos de futebol.

As causas do fogo devem ser investigadas. No entanto, a suspeita é que um pescador tenha iniciado o incêndio após improvisar uma “churrasqueira” no chão para assar peixes ou quelônios.

Fonte: G1

Deixe um comentário