Santarém e 4 cidades vão receber R$ 2 milhões por concessões florestais

Valor é referente a 30% do valor arrecadado na safra de 2015.Almeirim, Juruti, Monte Alegre e Aveiro também receberão recursos. Almeirim, Juruti, Monte Alegre e Aveiro também receberão recursos.

O Instituto de Desenvolvimento Florestal e da Biodiversidade (Ideflor-Bio), através do Fundo Estadual de Desenvolvimento Florestal (Fundeflor), vai repassar ainda neste mês de fevereiro, aos municípios de Santarém, Monte Alegre, Juruti, Aveiro e, também, Almeirim R$ 2 milhões, provenientes da contrapartida das empresas que ganharam licitação para explorarem economicamente e de forma responsável os recursos naturais das áreas florestais cedidas por cada município.

Os recursos são referentes a 30% do valor arrecadado na safra de 2015 com as áreas de concessões florestais. Contabilizado de acordo com a proporção da área de concessão, o valor, que será dividido entre os municipios, deve ser aplicado em projetos de uso sustentável.

São os Conselhos Municipais de Meio Ambiente, juntamente com o Fundeflor, os responsáveis pela fiscalização da aplicação correta desses recursos.

De acordo com o Ideflor, em 2015 Santarém recebeu R$ 724.117,52 e neste ano receberá R$ 398.950,02. O titular da Secretaria de Meio Ambiente de Santarém informou ao G1, por telefone, que o valor será utilizado para o processo de controle ambiental das atividades rotineiras da Semma, como ações de licenciamento e monitoramento. “Já usamos no Programa Muncipal de Monitotramento das Águas. E em ações ligadas a água nas comunidadedes”, afirmou Podalyro Neto.

O G1 tentou contato com as prefeituras dos demais municípios para saber quanto receberão e em quais projetos os recursos serão aplicados, mas não obteve retorno até a publicação desta reportagem.

Lei de gestão de florestas

A lei 11.284/2006 institui o Serviço Florestal Brasileiro e cria a possibilidade da concessão de áreas de florestas públicas.

Essa é a maneira que o governo federal encontrou para conservar as florestas brasileiras, trazendo qualidade de vida para as pessoas que vivem no seu entorno, e ainda, estimular à economia formal desse lugar. Muitos empregos são gerados com as concessões florestais, evitando com isso a exploração desgovernada do ecossistema.

Fonte: G1

Deixe um comentário