Criança indígena de um ano está na UTI com suspeita de H1N1 em MT

Menino tem um ano e um mês e está na UTI de hospital em Colíder. Família é da etnia Panará e mora em aldeia perto da divisa com o Pará.

Um menino indígena de um ano e um mês está internado no Hospital Regional de Colíder, município distante a 648 km de Cuiabá, com suspeita de H1N1.  Ele é da etnia Panará e vive com os pais na aldeia Nãsepotiti, já perto da divisa de Mato Grosso com o Pará.  A criança está na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e o estado de saúde dela é considerado grave, informou o Distrito Sanitário Especial Saúde Indígena (Dsei).

Conforme a assistente social Maria das Graças Vieira, o menino foi levado da aldeia até Colíder de avião e, ao chegar ao hospital, foi examinado e levado direto para a UTI. Ele está internado desde a última terça-feira (15). Os exames que vão confirmar se o indígena tem H1N1 só devem ficar prontos na próxima quarta-feira, segundo foi informado à assistente social.

Os pais da criança estão numa casa de apoio aos indígenas localizada em Colíder e fazem visitas diárias ao filho. Eles não falam português e a comunicação é feita, geralmente, no idioma caiapó, disse Maria das Graças. A aldeia em que eles vivem fica a aproximadamente 380 km de Colíder, informou a assistente social.

O G1 tentou entrar em contato com o Hospital Regional de Colíder, mas ninguém atendeu as ligações.

Fonte: G1

Deixe um comentário