Mais da metade dos municípios de MT tem alta incidência de dengue

Em apenas três meses, Mato Grosso já registra 14,8 mil casos da doença. Em todo o estado, a incidência é de 453 casos a cada 100 mil habitantes.

dengueMais de 50% dos municípios mato-grossenses estão com alta incidência de dengue, doença transmitida pelo mosquito Aedes aegypti, que também é vetor do vírus da Zika e da febre chikungunya.

Segundo boletim divulgado pela equipe técnica epidemiológica da Secretaria estadual da Saúde, 79 cidades estão com índice superior a 300 casos por 100 mil habitantes. No estado, a incidência é de 453 casos notificados a cada 100 mil habitantes, o que representa um aumento significativo em relação ao mesmo período do ano anterior.

Conforme o boletim, apenas durante os três primeiros meses deste ano, Maot Grosso registrou 14.817 notificações de casos de dengue, número 246% maior do que o mesmo período no ano passado, quando houve 4.277 notificações da doença.

Segundo o estado, apenas uma morte por dengue já foi confirmada no estado, no município de Juína, a 737 km de Cuiabá. Outros dois óbitos estão sob investigação nas cidades de Aripuanã e Araguaiana, a 976 km e 570 km da capital, respectivamente.

Já em relação ao vírus da Zika, 12.788 casos suspeitos foram notificados neste período em 113 municípios do estado, contra 9.034 casos nos três primeiros meses de 2015. Conforme a SES, 57 cidades estão classificadas como de alto risco para transmissão da doença, entre eles Cuiabá, Araputanga, Cáceres, Reserva do Cabaçal e Várzea Grande.

Sobre a febre chikungunya, já foram registrados 534 casos suspeitos este ano em 45 municípios, com incidência de 16 casos por 100 mil habitantes. No ano passado, foram 315 casos registrados no mesmo período. Até o momento, 96 municípios não notificaram casos de febre chikungunya.

Prevenção

De acordo com o governo do estado, 90% dos criadouros do mosquito Aedes aegypti são encontrados nos domicílios.  Por isso, a orientação dos agentes de saúde é para que a população tome medidas de prevenção e controle dentro de suas casas para evitar a proliferação do vetor, fechando as caixas d’água de forma adequada, não acumulando vasilhames, lixos e embalagens no quintal, verificando se as calhas não estão entupidas e colocando areia nos pratos dos vasos de plantas.

Fonte: G1

Deixe um comentário

10 comentários em “Mais da metade dos municípios de MT tem alta incidência de dengue

  • 8 de junho de 2018 em 19:32
    Permalink

    Uma pena, deve haver a conscientização de todos!

  • 8 de junho de 2018 em 19:26
    Permalink

    Uma pena, tem que haver a conscientização por parte de todos.

  • 15 de novembro de 2017 em 19:11
    Permalink

    Muito triste… quanto descaso

  • 10 de novembro de 2017 em 17:32
    Permalink

    Um triste notícia, já peguei dengue e é horrível.

  • 10 de novembro de 2017 em 2:07
    Permalink

    Lamentável… isso tem que parar!

  • 5 de outubro de 2017 em 14:44
    Permalink

    Conscientização é a palavra certa!

  • 4 de outubro de 2017 em 13:44
    Permalink

    É muito triste, e enquanto as pessoas não se conscientizarem!
    Isso não vai mudar

  • 22 de setembro de 2017 em 12:53
    Permalink

    Meu Deus quando isso vai parar! É uma pena.

  • 19 de março de 2016 em 17:58
    Permalink

    Estamos em meio a uma epidemia em nosso pais, e prevenir as doenças ainda é a melhor opção. Nas escolas em minha cidade as crianças aprendem sobre prevenção e cuidados com o local onde moram, e ajudam a conscientizar as famílias. De fato, o maior perigo está em nossas próprias casas! Vamos nos conscientizar e cobrar de nossos vizinhos que também ajudem na prevenção, evitando criar os mosquitos e aumentar os casos das doenças transmitidas.

Os comentários estão desativados.