#OQueElasQuerem: o reconhecimento dos povos indígenas

Kayna Munduruku, militante do movimento indígena. Foto: Amanda Guimarães
Kayna Munduruku, militante do movimento indígena. Foto: Amanda Guimarães

Elas querem #reconhecimento.

“Meu sonho é fazer com que os nossos povos sejam reconhecidos como habitantes de toda terra, pois sofremos preconceito diariamente por sermos índios. Sou Kayna Munduruku, militante do movimento indígena no Estado do Amazonas.

Moro em Manaus há dois anos, mas nasci em uma aldeia, e sei da realidade que todos os meus irmãos enfrentam diariamente nas nossas comunidades. Desejo o desenvolvimento de mais políticas públicas nas aldeias.

Procuro sempre reivindicar por meio de manifestações fazer valer os nossos direitos. Sonho que sejamos lembrados pelas autoridades e também nas escolas, com o estudo da língua tupi-guarani no Brasil. As crianças precisam aprender o significado do ‘índio’ em um país diversificado.

Sendo apenas os meus desejos, sempre irei lutar por aquilo que acredito, pois é meu lema de guerreira e mulher”.

Por: Amanda Guimarães e Camila Pereira
Fonte: D24am

Deixe um comentário

Um comentário em “#OQueElasQuerem: o reconhecimento dos povos indígenas

  • 17 de junho de 2016 em 16:20
    Permalink

    As nações indígenas em nosso Pais sofrem com a postergação das ações de medidas salutares em benefício do seu povo, por parte do Governo Central. Alem dessa indiferença social crônica, que é uma espécie de agressão indireta, tem as grandes agressões contra o meio ambiente caracterizadas pelas construções de grandes hidrelétricas causadoras de desagregação das populações indígenas.

Fechado para comentários.