Ipaam aplica mais de R$ 150 mil em multas por crimes ambientais

O balanço é referente a operações realizadas em abril

O Instituto de Proteção Ambiental do Amazonas (Ipaam) divulgou na segunda-feira (25) um balanço das fiscalizações que estão sendo realizadas neste mês em vários municípios do estado. Entre os objetivos do trabalho está a verificação de denúncias feitas ao órgão.

No último dia 15 de abril a fiscalização ocorreu nas cidades de Manacapuru e Novo Airão, 79 e 180 quilômetros distantes de Manaus, respectivamente. Foi apreendido um caminhão que transportava aproximadamente 11 metros cúbicos de madeira em toras sem o Documento de Origem Florestal (DOF). O proprietário da madeira recebeu multa no valor de R$ 3.300,00.

No município de Rio Preto da Eva, entre os dias 4 e 9 de abril, a fiscalização apreendeu, após denúncias, uma pá mecânica que fazia viveiros escavados sem licenciamento e um caminhão que transportava madeira serrada sem DOF. As multas aplicadas nesses dois casos somam r$ 4.200,00. A equipe do Ipaam também esteve no município de Autazes onde embargou uma área de 25 hectares. Foi constatada no local a supressão irregular de madeira, o que gerou duas multas, uma no valor de R$ 125 mil pela retirada ilegal, e outra de R$ 25 mil, por queimada não autorizada.

O instituto informou que as fiscalizações vão continuar até o final do ano, atendendo, principalmente, as denúncias.

Também são destaques do Jornal da Amazônia 1ª Edição desta terça-feira, 26: preso em Cuiabá Rodrigo Barbosa, filho do ex-governador de Mato Grosso Silval Barbosa; vence nessa quinta-feira segunda parcela do IPTU para moradores de São Luis.

Fonte: Jornal da Amazônia

Deixe um comentário