Femarh e BNDES firmam convênio para implementar cadastro ambiental rural

O investimento é de cerca de R$ 11 milhões que serão destinados à contratação de empresa terceirizada
A Fundação Estadual do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Femarh) firmou convênio com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) para implementar o Cadastro Ambiental Rural. O investimento é de cerca de R$ 11 milhões, provenientes do Fundo da Amazônia, que serão destinados à contratação de empresa terceirizada.

No momento, o cadastro é feito pelo Instituto de Amparo à Ciência e Tecnologia (Iacti) e depois analisado pela Femarh. Segundo o presidente da Femarh, Rogério Martins, esse convênio possibilitará o cadastro de mais de 25 mil propriedades em Roraima.

O Cadastro Ambiental Rural é o registro eletrônico das informações ambientais dos imóveis rurais. O objetivo é promover a identificação e a integração das informações ambientais das propriedades e posses rurais, visando o planejamento ambiental, monitoramento, combate ao desmatamento e regularização ambiental. A inscrição é obrigatória para todos os imóveis rurais.

EQUIPAMENTOS

Durante a solenidade, foi realizada a entrega de equipamentos para monitoramento ambiental. Os equipamentos são oito dispositivos de GPS, dois drones – aeronaves não tripuladas – e dois computadores. Os drones e os dispositivos de GPS serão usados em monitoramento e fiscalização de áreas de difícil acesso.

Fonte: Folha de Boa Vista
Com Informações do Governo do Estado.

Deixe um comentário