Conheça aguardentes e licores de frutas da Amazônia

Produtores da Região Norte utilizam os temperos e frutos típicos como matéria-prima para novas experiências etílicas

Foto: Divulgação/Meu Garoto
Foto: Divulgação/Meu Garoto

Feita do insumo de cana de açúcar, a cachaça brasileira é famosa no universo dos destilados ao redor do mundo.  Mas, dentre as surpresas que a Amazônia guarda, que tal aguardentes e licores de frutas e tempos da Amazônia?  O Portal Amazônia listou alguns destes produtos para você conhecer e saborear.

1 – Aguardente de Cupuaçu

Foto: Divulgação/Amazon Spirit
Foto: Divulgação/Amazon Spirit

Cupuaçu é uma fruta ácida de casca marrom e dura; tem uma polpa suculenta e esbranquiçada.  Usada na região, principalmente, para sucos e doces, há dois anos o fruto também adoçou a aguardente.  A aguardente de cupuaçu foi premiada em junho em um concurso mundial, realizado em São Paulo.

2 – Licor de Camu-camu

Foto: Divulgação/Inpa
Foto: Divulgação/Inpa

Camu-camu, também chamada como caçari e araçá-d’água, é uma árvore frutífera da Amazônia. A fruta tem o segundo mais alto teor de vitamina C no mundo, cerca de 30 vezes mais do que a laranja. A acidez da fruta é amenizada quando incorporada ao licor.

3 – Licor de Açaí

açaí

Açaí dá em cachos com frutos de pequeno tamanho de cor predominantemente roxa.  O licor do insumo é produzido a partir do vinho da fruta e contém 22% de álcool e 33% de açúcar.  O gosto do licor mais adocicado perdura por mais tempo na boca acompanhado pelo sabor marcante da fruta.

4 – Licor de Guaraná

Foto: Reprodução/Chico Batata
Foto: Reprodução/Chico Batata

O guaraná é uma fruta de casca vermelha que, quando maduro, transparece a polpa branca e as sementes, assemelhando-se com olhos. A fruta é fonte de cafeína, por isso, considerada um estimulante natural. O licor é bastante perfumado e exala o aroma típico do guaraná.

5 – Licor de Jenipapo

Os indígenas utilizam há muito tempo o jenipapo para extrair uma tintura que efeita seus corpos para eventos e rituais da tribo. O suco da fruta produz um suco ácido e exala cheiro forte. O licor traz algumas características da fruta amenizadas pelo preparo do vinho adicionado ao açúcar.

6 – Licor de Chichuá

Chichuá é uma árvore de médio porte da Amazônia. Diferente de outros licores, esse é feito a partir da mistura composta de camu-camu, jucá e o chichuá. Na região, o chichuá é utilizado pelos ribeirinhos como afrodisíaco por ser um vaso dilatador.

7 – Aguardente de Jambu

RTEmagicC_cachaca-de-jambu3.jpg

O jambu é uma erva típica da região utilizada principalmente para a produção do molho do tucupi, caldo de cor amarelada feita a partir de mandioca. Um dos atrativos mais interessantes a aguardente de jambu é, que, além do efeito alcoólico, a bebida deixa a língua tremendo pelo efeito de dormência do insumo.

Por: Isaac Guerreiro
Fonte: Portal Amazônia

Deixe um comentário