Seminário debaterá uso sustentável das florestas

Questões como os povos indígenas e desenvolvimento sustentável, mudanças globais e uso sustentável das florestas, geodiversidade e mineração, entre outros serão temas do 4° Seminário Internacional de Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia (Sicasa), que será realizado de 19 a 22 de setembro, na Universidade Federal do Amazonas (Ufam).

Com o tema “Amazônia 2030: objetivos do desenvolvimento sustentável” além dos debates o evento pretende proporcionar momentos de avaliação crítica sobre a produção intelectual e a contribuição da academia à sustentabilidade das sociedades amazônicas.

Segundo o coordenador geral do Sicasa, professor Henrique Pereira, a programação do seminário terá como finalidade refletir e debater a agenda internacional numa escala regional. “Teremos como referência o documento da agenda 2030 da ONU, que atualiza os objetos do milênio. Neles estão listados os 17 objetivos para o desenvolvimento sustentável e retratam a carta da Rio +20.

Além disso, a academia vem a público dizer o que a instituição pode contribuir para esse desenvolvimento através da produção científica”, explicou.

Pereira disse ainda que os resultados do evento irão refletir o grau de engajamento da academia como ator necessário e relevante para os diálogos entre as sociedades locais e o ambiente regional.

O Sicasa acontecerá paralelamente ao Io Encontro Amazônico da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Ambiente e Sociedade (ANP- PAS Amazônia).

De acordo o coordenador do evento, o encontro da ANPPAS passará a ocorrer de dois em dois anos, sempre após um ano do encontro nacional. “Vamos realizar o evento regional a partir deste ano pela necessidade de divulgação de trabalhos que são intensamente produzidos e precisam de divulgação. Além disso, o encontro regional criará mais espaços para o debate, consideramos importante esse debate para a sociedade”, relatou.

Estudantes de graduação e pós-graduação podem submeter trabalhos relacionados com o tema até o dia 31 de julho. O evento é uma realização dos programas de pós-graduação em Ciências do Ambiente e Sociedade e Cultura da Amazônia da Ufam e tem o apoio do Exército, da Rede de Estudos dos Agroecossistemas Amazônicos (Reaa) e da Fundação Capes.

Informações: www.seminariodoambien-te.ufam.edu.br/2016/

Fonte: A Crítica

Deixe um comentário