Recordista da seleção feminina de futebol tem ‘raízes’ na Amazônia

Na sexta Olimpíada e recordista de jogos pelo Brasil, Formiga mora em Belém e já ganhou até título de Cidadã do Pará

jogadora formiga

Miraildes Maciel Mota, mas pode chamar de Formiga.  É com este apelido que a veterana atleta da seleção brasileira ainda faz história no futebol feminino.  Aos 38 anos, ela disputa a sexta Olimpíada da carreira e foi destaque na vitória sobre a China por 3 a 0, na última quarta-feira (3).  Nascida em Salvador, ela tem raízes na Amazônia: Formiga mora no Pará e tem grandes motivos pra levar a terra nortista no coração.

Formiga e sua família moram em Ananindeua, no conjunto Cidade Nova VI. É uma identificação até certo ponto tardia, pois Formiga já era jogadora profissional quando radicou-se no Pará – diferente de atletas como Lyoto Machida, por exemplo. No entanto, quando a volante diz que leva o Estado no coração, de fato não é exagero.

Ela conheceu a cidade quando foi disputar um campeonato pela equipe Espada. Em Belém, Formiga encontrou um apoio inestimável através de uma família que lhe adotou. Ela deve passar mais tempo na terra do coração após a Olimpíada, caso encerre a carreira, e pode ser inclusive uma bandeira importante para estimular o crescimento do futebol feminino no Pará.

Por: Gabriel Seixas
Fonte: Portal Amazônia

Deixe um comentário