Sete são presos suspeitos de agirem em conflitos de terras em MT

Grupo agia na zona rural do município de Brasnorte, diz Polícia Civil. Grupo agia na zona rural do município de Brasnorte, diz Polícia Civil.

Sete pessoas foram presas em Brasnorte, a 580 km de Cuiabá, suspeitas de ameaçarem moradores e produtores rurais daquela região a deixarem suas casas. O grupo criminoso é de alta periculosidade e agia em conflitos de terras na Gleba Tibagi, na zona rural do município, disse a Polícia Civil.

As prisões foram feitas dentro da operação Deméter, com apoio da Polícia Militar. A quadrilha, formada por quatro homens e três mulheres, seria uma milícia armada, informou a Polícia civil. Com o bando, foram apreendidas sete armas de grosso calibre e munições.

As vítimas tinham procurado a delegacia de Brasnorte para denunciar.

Dos sete presos, cinco foram autuados em flagrante por tentativa de homicídio, formação de milícia armada, e porte e posse ilegal de arma de fogo e munições de uso restrito.

Os outros dois, um casal, foram presos por porte e posse ilegal de arma de fogo e munições de uso restrito, e formação de milícia armada.

O grupo foi surpreendido num bar, no qual as armas de fogos eram guardadas. No momento da abordagem policial, alguns tentaram fugir, sendo que um deles atirou contra os policiais e conseguiu entrar na mata. No entanto, minutos depois acabou localizado e preso.

Fonte: G1

Deixe um comentário