Naufrágio do Novo Amapá, um dos maiores da Amazônia, vai virar filme

Mais de 300 pessoas morreram em naufrágio no dia 6 de janeiro de 1981 (Foto: Edgar Rodrigues/ Arquivo Pessoal)

Mais de 300 pessoas morreram em naufrágio no dia 6 de janeiro de 1981 (Foto: Edgar Rodrigues/ Arquivo Pessoal)

 

Será produzido no Amapá a partir de 2017 o longa-metragem “Novo Amapá – A Última Viagem”. A obra vai narrar o naufrágio do Novo Amapá, em 6 de janeiro de 1981, quando mais de 300 pessoas morreram. O acidente ficou gravado na memória dos amapaenses. O filme será dirigido pelo diretor paraense Wagner Junior.

O projeto ainda está em fase de pré-produção, de acordo com o diretor, com a realização de pesquisas, entrevistas com sobreviventes do naufrágio e a capacitação do futuro elenco. Em dezembro, está prevista a realização de uma oficina de interpretação para cinema, que vai escolher os integrantes do longa-metragem.

“A partir do momento em que se faz o longa-metragem que marcou o estado, é um ganho e vamos inserir a classe artística do Amapá na linguagem do cinema. Após a oficina, vamos fazer um curso de três meses, que visa preparar os atores para a futura produção. A ideia é que atores amapaenses participem do projeto”, disse Wagner Junior.

De acordo com o diretor, a ideia surgiu durante a inauguração do memorial às vítimas do naufrágio, localizado na cidade de Santana, a 17 quilômetros de Macapá. Lá, Junior teria conhecido mais a fundo a história.

“A partir de então eu e uma equipe de colegas buscamos mais sobre este caso que marcou a história dos amapaenses, e surgiu a ideia de fazer uma homenagem ao estado e também às famílias das vítimas, como uma forma de valorizar a arte local”, falou o diretor.

Segundo a equipe de produção, a proposta é que todas as filmagens ocorram no estado e, após a finalização, o filme seja preparado para o Festival de Cinema de Gramado, no Rio Grande do Sul, ainda em 2017.

“Claro que para isso vamos buscar parcerias com empresas ou o poder público. Queremos que ele concorra no festival de Gramado, e podemos conquistar algo grande, pois se trata de uma história real. Já recebemos convites para eventos no Brasil. Este é um projeto com tendência de fazer sucesso”, falou Junior.

Tragédia
O naufrágio do barco Novo Amapá foi um dos maiores já ocorridos na Amazônia. A embarcação partiu de Santana por volta de 14h e naufragou por volta de 21h após bater em um banco de areia no rio Cajari, próximo ao distrito de Monte Dourado, em Almerim, no Pará, onde seria o destino final.

À época, a Capitania dos Portos havia registrado cerca de 150 passageiros, conforme lista cedida pelo despachante do barco.

A embarcação, segundo o inquérito marítimo nº 22.031, do Departamento Regional da Marinha no Pará, tinha 25 metros de comprimento com suporte para transportar no máximo 400 pessoas e meia tonelada de mercadoria. No entanto, ela teria partido do porto de Santana com mais de 600 passageiros e quase uma tonelada de carga comercial, informou investigação à época.

 

Fonte: G1 Amapá

Deixe um comentário

Um comentário em “Naufrágio do Novo Amapá, um dos maiores da Amazônia, vai virar filme

  • 13 de março de 2017 em 9:59
    Permalink

    Meu nome é Joaquim Cândido Filho moro na Cidade de Itobi São Paulo. Sou um dos sobrevivente, eu estava lá e sempre sonhei que um dia alguém iria reproduzir esse episódio para contar para o Brasil e para o Mundo. fiquei contente com a notícia, vou esperar contato com a Produção. Wahtspp 01991089296 E-Mail Maranathatransportes@hotmail.com fone 01991795288 Endereço Rua Lúcio Eugênio dos Santos 998 Jd Princesa do Rio verde Cidade itobi são paulo… no aguardo

Fechado para comentários.