PF desarticula grupos que invadiram terras indígenas em Rondônia

A Polícia Federal (PF) deflagrou nessa quarta-feira (2) uma operação que investiga duas organizações que praticaram crimes ambientais na terra indígena URU-EU-WAU-WAU e na unidade de conservação do Parque Nacional dos Pacaás Novos, em Rondônia.

A operação visa também evitar confrontos entre os índios URU-EU-WAU-WAU e os invasores.

Os suspeitos operaram numa área de preservação de quase 2 milhões de hectares, que incluem as bacias hidrográficas do Guaporé, Madeira e Mamoré.

De acordo com a PF, os grupos identificados nas investigações da Operação Jurerei se especializaram em crimes ambientais como furto qualificado de madeira e desmatamento de floresta pública. Esses grupos são investigados por invasão de terra pública e corrupção.

Foram emitidos 78 mandados judiciais: 19 de prisões preventivas e temporárias, 18 conduções coercitivas e 41 mandatos de busca e apreensão nas cidades de Campo Novo de Rondônia, Buritis, Monte Negro, Ariquemes, Governador Jorge Teixeira, Ji-Paraná e Jaru.

Fonte: Radioagência Nacional

Deixe um comentário