Ibama e PF embargam 18 serrarias na divisa de MT e RO

Foto: Ibama

Operação de combate à extração ilegal de madeira em terras indígenas realizada pelo Ibama em conjunto com a Polícia Federal (PF) nesta quinta-feira (21/09) resultou no embargo de 18 serrarias na divisa dos estados de Rondônia e Mato Grosso. Foram cumpridos 11 mandados de busca e apreensão em residências e empresas. Duas serrarias eram clandestinas.

Os agentes ambientais encontraram estoques de castanheira serrada (espécie cujo corte é proibido) e toras escondidas sob a serragem, com o objetivo de dificultar a fiscalização.

A Operação Warã investigou a inserção de madeira obtida de forma ilegal no Sistema de Comercialização e Transporte de Produtos Florestais do estado de Mato Grosso (SISFLORA/MT). Extraídas das terras indígenas Zoró, Sete de Setembro e Igarapé Lourdes, as toras eram “esquentadas” por créditos gerados para outras áreas.

Além das multas, os investigados podem ser responsabilizados civil e criminalmente. Segundo a Lei de Crimes Ambientais (9.605/1998), a pena é agravada por se tratar de infração em terras indígenas.

“Todo o material apreendido será doado. O Ibama irá multar os responsáveis pelo roubo da madeira e pela fraude no Sisflora assim que a auditoria nas empresas for concluída”, disse a superintendente do Ibama em Mato Grosso, Livia Martins.

Fonte: Ibama

Deixe um comentário