‘Grito D’Água 5.0’ recolhe 18 toneladas de lixo do Tarumã em Manaus

Ação ambiental ocorreu neste sábado (25) e reuniu 50 voluntários (Foto: Luis Guilherme Oliveira/Divulgação)

A quinta edição do Grito D’Água recolheu 18 toneladas de lixo na área do Tarumã, na Zona Oeste de Manaus, neste sábado (25).

A ação ocorreu das 7h30 da manhã, com saída do Flutuante Abaré, que fica na margem direita do igarapé do Tarumã, e terminou às 11h. Mais de 59 voluntários participaram da ação ambiental.

Para o especialista em marketing ambiental e um dos coordenadores da ação, jornalista Agnaldo Oliveira Junior, a cheia e a vazante dos rios amazônicos trazem um grande problema todos os anos.

“Toneladas de lixo, deixadas nos igarapés próximos de Manaus aparecem nas margens assim que os rios descem e na medida em que sobem também poluem outras áreas como marinas e flutuantes”, alertou Agnaldo.

Todo lixo recolhido foi destinado pela Secretaria Municipal de Limpeza Pública (SEMULSP).

Atualmente, cerca de 50 voluntários são presença contínua em todas as edições.

O Grito D’água nasceu com o objetivo de tornar perene a “saúde” dos mananciais amazônicos por meio de ações de de limpeza de igarapés.

O próximo Grito D’Água ocorre na primeira quinzena de junho de 2018. Será a ação da cheia dos rios.

Fonte: G1 Amazonas

Deixe um comentário