Com projeto que tira sal da água com energia solar aluno do AP é premiado nos EUA

Caio Vinícius, de 16 anos, conquistou o primeiro lugar na maior feira tecnológica do mundo para estudantes que ainda não chegaram ao nível superior. De todo o Brasil participaram 18 projetos.

Caio Vinícius (à direita), com o apoio do professor Aldenir Melo, conquistou premiação internacional de ciências e engenharia (Foto: Aldenir Melo/Arquivo Pessoal)
Caio Vinícius (à direita), com o apoio do professor Aldenir Melo, conquistou premiação internacional de ciências e engenharia (Foto: Aldenir Melo/Arquivo Pessoal)

O amapaense Caio Vinícius Lima de Souza, 16 anos, foi o grande vencedor da Feira Internacional de Ciências e Engenharia (Intel Isef) realizada nos Estados Unidos, considerada a maior do mundo para estudantes que ainda não chegaram ao nível superior. O aluno volta para Macapá no domingo (20), trazendo na mala o certificado do primeiro lugar e premiação em dinheiro.

O projeto apresentado por Caio, que foi orientado pelo professor de ciências Aldenir Melo, foi uma proposta ambiental sustentável para dessalinizar a água, usando apenas a energia solar. Uma alternativa possível de ser implementada em regiões onde há escassez do produto próprio para o consumo.

Participaram do evento projetos de 70 nações e territórios diferentes de todo o mundo. Do Brasil, apenas 25 alunos e 18 projetos, de estados distintos, foram selecionados.

Antes de viajar para o estado de Pensilvânia, nos Estados Unidos, caio contou ao G1 que a ideia começou a ser elaborada em 2016, na Escola Estadual Santina Rioli, ao pesquisar sobre a realidade das famílias que moram na Vila de Sucuriju, distrito do município de Amapá, ao extremo Leste do estado. A região é banhado pela água salgada do Oceano Atlântico.

A ida ao país da América do Norte se deu a partir da conquista do 6º lugar na Mostra Brasileira de Ciência e Tecnologia (Mostratec), realizada em Novo Hamburgo, no Rio Grande do Sul, em outubro de 2017. Com o mesmo projeto, caio já ganhou outras premiações.

O projeto ainda concorre na categoria de Projetos de Engenharia Ambiental. O anúncio dos vencedores será feito ainda na sexta-feira (18).

Fonte: G1

Deixe um comentário