Idosa e neta de 9 anos desaparecem em área de floresta em comunidade indígena no interior do AM

Indígenas saíram para coletar cipó na mata para fazer peças de artesanato na sexta-feira (27) e não retornaram até o fim da manhã desta segunda-feira (30).

Uma idosa indígena de 87 anos e a neta, de 9, desapareceram na sexta-feira (27), na comunidade indígena Palmeira, situada na Zona Rural de Manicoré, município a 390 km de Manaus. A avó e a menina teriam se perdido na floresta após entrarem para coletar material para confecção de artesanato.

A área indígena fica situada na região do Distrito de Capanã Grande. A idosa e a neta são da etnia Mura. As duas, acompanhadas de dois cachorros, saíram em direção a uma área de mata para coletar cipó arumã, usado sobretudo na confecção de paneiros (cesto trançado).

Os familiares da idosa e da criança, com o apoio de comunitários, fazem buscas na área, que fica aproximadamente a 3h30 de lancha da sede do município.

Como o desaparecimento ocorreu em comunidade indígena, a Fundação Nacional do Índio (Funai) foi acionada. Por meio de nota, o órgão informou que a Coordenação Regional de Manaus realiza uma força-tarefa comandada pelo Distrito Sanitário Especial Indígena (DSEI) da capital.

A ação conta com apoio de indígenas, policiais, grupos envolvidos na área social e de defesa civil locais. “Como estamos em fase de acompanhamento, ainda não há maiores informações”, disse a Funai em nota.

Fonte: G1

Deixe um comentário