Bolsonaro pode acabar com a Amazônia, diz colunista

“Bolsonaro e seu bando deixaram claro qual é o programa antiecológico. Acabar com o Ministério do Meio Ambiente, garrotear Ibama e ICMBio e pô-los sob a pata dos bois num Ministério do Agro”, diz o colunista Marcelo Leite. “O capitão reformado no Planalto, tomando o que diz por seu valor de face, está pronto para acender esses rastilhos. Se o pior acontecer na Amazônia, o pessoal da Faria Lima terá as mãos sujas de sangue e de cinzas”

O jornalista Marcelo Leite afirma que o projeto de Jair Bolsonaro contempla a destruição da Floresta Amazônica. “Bolsonaro e seu bando deixaram claro qual é o programa antiecológico. Acabar com o Ministério do Meio Ambiente, garrotear Ibama e ICMBio e pô-los sob a pata dos bois num Ministério do Agro”, diz ele, em artigo publicado neste domingo, na Folha de S. Paulo.

“Na semana em que o Painel Intergovernamental sobre Mudança do Clima (IPCC, em inglês) publicou novo relatório alertando governos de que podem restar menos de duas décadas para evitar o pior do aquecimento global, em que o Nobel de Economia foi para estudiosos do impacto da transição climática e em que o furacão Michael castigou a Flórida, o que faz o mitômano? Reafirma que vai tirar o Brasil do Acordo de Paris”, pontua.

“Espantoso é que gerentes do mercado de capitais, de bancos e do capitalismo dito moderno, desses vegetarianos que gostam de andar de bicicleta na avenida Faria Lima e doar para ONGs para ajudar o ambiente, estejam apoiando Bolsonaro. O capitão reformado no Planalto, tomando o que diz por seu valor de face, está pronto para acender esses rastilhos. Se o pior acontecer na Amazônia, o pessoal da Faria Lima terá as mãos sujas de sangue e de cinzas.”

Fonte: Brasil 247
Deixe um comentário

Um comentário em “Bolsonaro pode acabar com a Amazônia, diz colunista

  • 19 de outubro de 2018 em 16:19
    Permalink

    Quanta imbecilidade e idiotice num artigo produzido a mando dessa gentalha que se diz dona do socialismo/comumismo e que tem o rótulo “caviar” como a melhor tradução de perfeita carapuça.
    Vejam só, os almofadinhas da Folha de São Paulo que nunca pisaram na Amazônia e ainda nos olham com preconceito e discriminação, porque somos nascidos no Norte brasileiro, agora são “paladinos da justiça” e saem em defesa da nossa Região que, mentirosamente, disseram ser o “pulmão” do Globo. A verdade é que os detratores do nosso bem-estar querem que pensemos assim para facilitar o domínio estrangeiro dos nossos bens e riquezas nacionais. Essa gente age e escreve, a serviço de interesses corporativos de apátridas (transnacionais) que militam contra o conceito de soberania nacional e avançam cobiçosamente sobre as nossas ricas e maravilhosas reservas minerais, encobertas pelas nossas matas e florestas. Eles são muito bem pagos para redigirem textos “brilhantes” e catastrofistas.
    Que venham abaixo todas essas estruturas mentirosas de dominação e poder, panfletadas, socializadas, divulgadas e propagandeadas para causar tumulto, confusão e divisão entre o povo brasileiro, buscando preservar a manutenção desse poder, combinado entre os agentes do Foro de São Paulo (Socialismo fabiano marxista gramscista, liderados por Lula da Silva e Fernando Henrique Cardozo) e do Governo Mundial nas Sombras (George Soros é o maior canalha desse grupo!).
    Enfim, a informação de que Bolsonaro irá acabar com a Amazônia é tão real quanto a existência do coelhinho da Páscoa e do Papai Noel, sendo mais uma FAKE NEWS produzida pelos agentes das Trevas e a serviço dessa horda do Mal.
    É ISSO!!!

Fechado para comentários.