Boa Vista confirma cinco casos de catapora em venezuelanos

A prefeitura de Boa Vista confirmou pelo menos cinco casos de catapora em venezuelanos que vivem em abrigos para imigrantes na capital. Três casos foram identificados em crianças no abrigo Rondon 3, além de um caso no Rondon 1 e outro no Nova Canaã.

“As crianças estão em isolamento por medida da equipe de gestão do abrigo”, informou a prefeitura, por meio de nota. “É importante esclarecer que a catapora é uma doença comum na infância, geralmente é benigna e autolimitada. Portanto não há motivos para alardes.”

Ainda de acordo com o comunicado, ações de vacinação e bloqueio estão sendo implementadas desde agosto do ano passado nos abrigos da capital, “procedimento padrão mediante o enfrentamento da crise migratória”.

“A vacina tetra viral, que protege contra sarampo, caxumba, rubéola e varicela (catapora), faz parte do calendário de vacinação nacional, sendo rotina nas unidades básicas de saúde”, destacou a secretaria.

Sarampo

Roraima registra, desde o início do ano passado, um surto de sarampo. Até o início da semana, 355 casos da doença haviam sido confirmados no estado. Segundo o Ministério da Saúde, o surto, também está relacionado à importação, já que o genótipo do vírus que circula no Brasil é o mesmo da Venezuela, país com surto da doença desde 2017.

Por: Paula Laboissière
Fonte: Agência Brasil – EBC
Edição: Juliana Andrade

Deixe um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.