Governo exonera todos os diretores do ICMBio e nomeia novo presidente

O veterinário Adalberto Eberhard presidirá o ICMBio. Foto: Antonio Augusto/Câmara dos Deputados.

Todos os diretores do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) foram exonerados nesta quarta-feira (09). Silvana Canuto, diretora de Planejamento, Administração e Logística; Marcelo Marcelino, diretor de Pesquisa, Avaliação e Monitoramento; Claudio Maretti, diretor de Ações Socioambientais e Consolidação Territorial em Unidades de Conservação e o ex-presidente da autarquia, Paulo Henrique Marostegan e Carneiro, deixaram hoje o cargo. Todos estavam no posto há pelo menos 2 anos.

Na mesma portaria, foram exonerados cinco assessores especiais do ex-ministro do Meio Ambiente, Edson Duarte, e o ex-chefe de gabinete, Heitor Matallo Júnior, além do diretor do Departamento de Gestão Ambiental Territorial da Secretaria de Recursos Hídricos e Qualidade Ambiental do Ministério do Meio Ambiente, Raimundo Nonato.

A única nomeação do dia foi do veterinário Adalberto Eberhard, conhecido pelo seu trabalho na conservação do Pantanal Matogrossense, que assume agora o comando do ICMBio, autarquia que cuida das unidades de conservação federais.

Exonerações e nomeação – DOU.

Por: Daniele Bragança
Fonte: ((o))eco

Deixe um comentário