Empresa é notificada por vazamento de emulsão asfáltica no Rio Negro

Fiscais do Instituto de Proteção Ambiental do Amazonas (Ipaam) notificaram a empresa Transbetume Comércio e Transporte de Betumes pelo vazamento de aproximadamente 30 toneladas de emulsão asfáltica nas proximidades do Porto do São Raimundo. O produto teria escorrido para a tubulação de água e atingido o Rio Negro.

Segudo o Ipaam, que fez a notificação neste domingo (31), o vazamento ocorreu antes do embarque do caminhão que transportava o produto, com destino a Santarém, no Pará. Uma equipe do Ipaam já está percorrendo a margem do rio a fim de analisar a dispersão do produto, por meio da coleta de água.

“O produto está contido em barreira de contenção para não atingir outras áreas. Hoje de manhã começamos o procedimento de coleta de material. Em uns três a quatro dias, teremos a limpeza total da área, de 1,5 quilômetro quadrado”, disse o gerente de Fiscalização do Ipaam, Hermógenes Rabelo.

Segundo Rabelo, apesar de o material ser de baixa toxidade, em contato com a água, pode comprometer o uso desta para consumo humano. “O material é de baixa toxidade, mas, em contato com a água, libera hidrocarbonetos solúveis. Com isso, basta 1 mililitro (ml) para tornar 1mil litros impróprios para consumo humano”, disse Rabelo, ao lembrar que foram derramadas 30 toneladas do produto.

Rabelo lembrou que a limpeza é de responsabilidade do transportador, que é obrigado a adotar plano de emergência no caso de acidente com produtos químicos perigosos. “A dona do caminhão de onde vazou o produto já contratou uma empresa terceirizada que, desde ontem [31], está fazendo os procedimentos”, informou o gerente do Ipaam.

“Nossa equipe técnica está acompanhando os procedimentos de limpeza e contenção da área. Até finalizar o trabalho, vamos coletar novamente amostras de água para saber se houve resultado positivo da intervenção, por parte da empresa que fez a limpeza da área”, acrescentou. De acordo com Rabelo, ainda não há registros de animais mortos na região.

As autoridades suspeitam que o vazamento tenha ocorrido em decorrência de uma tentativa de assalto, quando o caminhão estava estacionado na entrada do Porto de São Raimundo, na Estrada Padre Agostinho Caballero Martin.

“Alguma pessoa abriu a válvula e evadiu-se”, disse Rabelo, ao levantar a possibilidade de que isso tenha sido feito com o intuito de identificar se havia ali algum produto valioso, como combustíveis.

A Agência Brasil tentou contato com a empresa Transbetume Comércio e Transporte de Betumes, mas ainda não teve retorno.

Por: Pedro Peduzzi
Fonte: Agência Brasil – EBC
Edição: Nádia Franco

Deixe um comentário

Um comentário em “Empresa é notificada por vazamento de emulsão asfáltica no Rio Negro

Os comentários estão desativados.