Economia da floresta em pé é tema de seminário na Amazônia

Pesquisadores, empresários, povos indígenas, quilombolas, agricultores familiares e organizações governamentais e não governamentais se reúnem em Alter do Chão, no Pará, para debater o uso sustentável de produtos da floresta, em evento promovido pelo programa Florestas de Valor, do Imaflora

Discutir a economia da floresta em pé na Amazônia e dar visibilidade para iniciativas que promovem bons negócios e ao mesmo tempo conservam a floresta e geram valor compartilhado para as populações tradicionais e povos indígenas da região. Esse é o objetivo do Seminário Florestas de Valor, que será realizado em Alter do Chão, no Pará, no próximo dia 31 de outubro. Organizado pelo Instituto de Manejo e Certificação Florestal e Agrícola (Imaflora) e parceiros, através do Florestas de Valor, patrocinado pela Petrobras, por meio do Programa Petrobras Socioambiental, o encontro reunirá representantes das comunidades locais, organizações públicas e privadas que atuam na Amazônia, pesquisadores e empresas para discutir caminhos possíveis para uma economia responsável e o desenvolvimento mais sustentável para a região.

“O Florestas de Valor mostra que é possível termos alternativas econômicas para comunidades tradicionais de produtores rurais e extrativistas que, usando técnicas de uso responsável dos recursos, conseguem conservar o ecossistema e gerar renda”, afirma Roberto Palmieri, Secretário Executivo Adjunto e gerente do Florestas de Valor. “Reunir outras organizações e empresas que também atuam na região é uma ótima oportunidade para troca de experiências e para mostrar às comunidades o resultado positivo desse trabalho.”

O seminário terá início com o painel “O valor da economia da Floresta em Pé”, no qual será apresentada a viabilidade de um modelo econômico que permite extrair maior valor dos produtos oferecidos pela conservação da floresta, no lugar da sua derrubada. Maurício Voivodic (WWF Brasil), Ismael Nobre (UNICAMP/Projeto Amazônia 4.0), Caetano Scannavino (Projeto Saúde e Alegria), Renata Puchala (Become) e Adriana Ramos (ISA) participam do painel.

Na sequência, uma roda de conversa trará cases de boas práticas desse ecossistema, com a presença de Mauro Costa (Natura), Nina Braga (Osklen | Instituto-e), Valmir Ortega (Conexsus), Patrícia Gomes (Imaflora | Origens Brasil®) e algumas das empresas da rede Origens Brasil®: Thiago Valença (Wickbold), Joana Martins (Manioca) e Renata Amaral (Grupo Pão de Açúcar).

O evento é gratuito e aberto ao público e para se inscrever basta acessar o link.

O Florestas de Valor é um programa do Imaflora, que conta com parceria da Petrobras e recursos do Fundo Amazônia/BNDES para fomentar atividades agroextrativistas e agrícolas de base ecológica na Amazônia para consolidar áreas protegidas, conservando recursos naturais e valorizando as populações tradicionais e agricultores familiares. Atua nos territórios da Calha Norte do Rio Amazonas, e no município de São Félix do Xingu, no Pará. O programa também apoia a estruturação de cadeias de valor para os produtos, promovendo a conexão com empresas e facilitando seu acesso e inserção em mercados onde os atributos socioambientais são vistos como diferenciais. Os produtores envolvidos recebem apoio técnico para estruturar unidades de beneficiamento e aperfeiçoar a gestão dos negócios.

SERVIÇO:

Seminário Florestas de Valor: a economia da floresta em pé
Quando: 31/10/2019
Onde: Restaurante Tapiri do Saulo (ao lado do Imaflora, Lauro Sodré, 213, Alter do Chão – Santarém – PA).

Programação:

8h30 – 10h15
Abertura e painel: “O Valor da Economia da Floresta em Pé”
Moderação: Rodrigo Junqueira (ISA)

  • Maurício Voivodic – WWF Brasil
  • Ismael Nobre – UNICAMP/Projeto Amazônia 4.0
  • Caetano Scannavino – Projeto Saúde e Alegria
  • Renata Puchala – Become
  • Adriana Ramos – ISA

10h15 – 10h45
Coffee break

10h45 – 12h30
Painel “O Valor da Economia da Floresta em Pé” (continuação)

  • Maurício Voivodic – WWF Brasil
  • Ismael Nobre – UNICAMP/Projeto Amazônia 4.0
  • Caetano Scannavino – Projeto Saúde e Alegria
  • Renata Puchala – Become: hub de inovação e sustentabilidade para negócios
  • Adriana Ramos – ISA – Instituto Socioambiental

12h30 – 14h
Almoço

14h – 16h
Roda de conversa: Cases de Boas Práticas de Economia da Floresta em Pé

  • Mauro Costa – Natura
  • Nina Braga – Osklen | Instituto-e
  • Valmir Ortega – Conexsus
  • Patrícia Gomes – Imaflora | Origens Brasil® e as empresas da rede: Thiago Valença (Wickbold), Joana Martins (Manioca) e Renata Amaral (Grupo Pão de Açúcar)

16h – 17h
Encerramento e coquetel

Sobre o Imaflora

O Instituto de Manejo e Certificação Florestal e Agrícola (Imaflora) é uma associação civil sem fins lucrativos, criada em 1995, que nasceu sob a premissa de que a melhor forma de conservar as florestas tropicais é dar a elas uma destinação econômica, associada a boas práticas de manejo e a uma gestão responsável dos recursos naturais. O Imaflora acredita que a certificação socioambiental é uma das ferramentas que respondem a parte desse desafio, nos setores florestal e agrícola, com forte poder indutor do desenvolvimento local sustentável. Dessa maneira, o instituto busca influenciar as cadeias produtivas dos produtos de origem florestal e agrícola, colaborar para a elaboração e implementação de políticas de interesse público e, finalmente, fazer, de fato, a diferença nas regiões em que atua, criando modelos de uso da terra e de desenvolvimento sustentável que possam ser reproduzidos em outros municípios, regiões e biomas do país. Mais informações no site.

Por: Bruno Bianchin
Fonte: Assessoria Imaflora

Deixe um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.