CAR “pendentes” passam a ser financiados pelo BNDES

O CAR é um registro eletrônico de âmbito nacional obrigatório para todos os imóveis rurais

Matéria divulgada na Coluna do Broadcast Agro do jornal Estadão afirma que o produtor rural que possuir o Cadastro Ambiental Rural (CAR) com o status “pendente” conseguirá contratar linhas de crédito com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

Atualmente ao fazer o cadastro da propriedade, o registro pode ser considerado ativo: quando não são encontradas irregularidades, pendentes: quando consta informações insuficientes ou sobreposições, canceladas: quando as informações são consideradas falsas, omissas ou canceladas por órgãos competentes.

A medida foi tomada por conta de milhares de cadastros que foram preenchidos e aguardam a aprovação final pelo Ministério da Agricultura, que ainda não possui uma tecnologia para fazer isso de forma eletrônica. Mas caso apareça alguma irregularidade no cadastro e o CAR for suspenso ou cancelado, o crédito do BNDES ficará inelegível para o produtor. A contratação do Crédito Rural teve início no dia 03 de março.

A ministra do Ministério da Agricultura, Tereza Cristina, anunciou que irá trabalhar firme para pôr em funcionamento o CAR e o Código Florestal, e mostrar que a produção brasileira é sustentável. O CAR foi criado pelo Código Florestal em 2012, deve funcionar como a principal ferramenta para o alcance da regularização ambiental e para o atingimento das metas brasileiras de biodiversidade, restauração da vegetação nativa e redução de emissão de gases de efeito estufa.

O investimento do BNDES que pode ser usado para aquisição de máquinas e equipamentos, é visto segundo o vice-presidente, Alfredo Miguel, da Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores, como uma oportunidade mais atrativa para o produtor investir e aumentar a produtividade.

Fonte: Amazônia.org.br

Deixe um comentário