Coronavírus na Amazônia Legal

O total de casos confirmados do novo coronavírus na Amazônia Legal chegou a 16.

Mesmo com todas as medidas adotadas pelos governadores da Amazônia Legal, o número de ocorrências suspeitas do novo coronavírus tem avançado por todos os estados. Acre, Amapá, Amazonas, Mato Grosso, Pará e Tocantins, entram na lista dos estados com casos confirmados.

No Acre os números foram atualizados nesta manhã e já são sete casos confirmados, todos localizados em Rio Branco. O governo já decretou situação de emergência no estado, as aulas seguem suspensas, shoppings funcionam em horário reduzido das 12h às 20h e missas também estão suspensas.

O governo do Amapá confirmou pela manhã desta sexta-feira (20), o primeiro caso confirmado do Covid-19 no município de Macapá. A mulher tem 36 anos e segue em isolamento familiar. As aulas foram suspensas em todo o estado. O Estado decretou situação de emergência na terça-feira (17).

No Amazonas o total de casos confirmados é três, um dos pacientes é uma mulher de 39 anos e já está sendo considerada recuperada da doença. As aulas seguem suspensas e o governo divulgou hoje que a rede estadual de educação passará a transmitir, em canais abertos de televisão, aulas para os últimos anos do ensino fundamental e do ensino médio.

Um dos únicos que ainda não tem nenhum caso confirmado, o estado do Maranhão monitora 205 casos do Covid-19, por conta disso, de casos confirmados de H1N1 e das chuvas fortes, o governo decretou calamidade pública na quinta-feira (19). A Secretaria de Estado da Saúde (SES) instalou na quinta-feira (19) uma barreira sanitária na Rodoviária de São Luís para orientar e checar se os passageiros não apresentam sintomas do coronavírus.

Com 59 casos suspeitos e um confirmado, o estado de Mato Grosso tem apresentado queda no movimento e até mesmo voos suspensos no aeroporto de Marechal Rondon. Alunos de baixa renda receberam cestas de alimentos para suprir a merenda escolar no período de suspensão de aulas.

A Secretaria de Estado de Saúde Pública do Pará (Sespa) confirmou o segundo caso de Covid-19. A paciente tem 36 anos, e chegou em Belém após viagem a São Paulo e Rio de Janeiro. O estado decretou calamidade pública e determinou fechamento de shoppings, restaurantes e bares. As escolas e universidades públicas e privadas continuam sem aulas num período de 15 dias.

Nesta sexta-feira o número de casos suspeitos chega em 92 no estado de Rondônia, um caso de coronavírus foi confirmado, porém o paciente estava no local a trabalho e reside em São Paulo, onde está em observação médica e isolamento domiciliar. As aulas e eventos com mais de 100 pessoas estão suspensos.

No estado de Roraima o número de casos suspeitos está em 12 e ainda não há nenhum caso confirmado. A frota de ônibus rodoviários foi reduzida em 50%. No norte de Roraima a fronteira com a Guiana foi fechada. Eventos e atividades em locais públicos estão proibidos.

Em Tocantins, aulas foram suspensas, eventos adiados e em Palmas o comércio vai deixar de funcionar por alguns dias. O primeiro caso foi confirmado na quarta-feira (18) e 28 casos suspeitos estão sendo acompanhados pela Secretária Estadual de Saúde.

Fonte: Amazônia.org.br

Deixe um comentário