“Acho que nunca Ibama e ICMBio estiveram tão bem”, diz Bim em entrevista

Mesmo em meio ao anúncio da retirada dos brigadistas do Ibama do combate devido à falta de recursos do órgão ambiental, o presidente do Ibama, Eduardo Bim negou crise e falou em entrevista que tem orgulho de estar a frente do órgão. Ainda que o cenário, como ele próprio expõe, seja de falta de repasses e de uma dívida de 19 milhões de reais. “Acho que nunca o Ibama e o ICMBio estiveram tão bem em termos de coordenação de políticas públicas”, comemora durante a entrevista feita na Globonews nesta quinta (22).

Bim foi sabatinado pelos jornalistas e se esquivou como bom advogado (essa é a formação dele) de questões como o loteamento político de cargos de chefia no Ibama, a falta de recursos, o desmonte do sistema de multas e atitudes em discordância com pareceres técnicos emitidos pelo próprio Ibama. Sobre a possível fusão do ICMBio com o Ibama, desconversou e comentou que na época que foram separados em duas autarquias distintas também houve muita crítica.

Sobre a indicação de pessoas de fora da área ambiental para cargos de chefia no Ibama, Bim justificou que a origem da pessoa não é motivo para desqualificar o trabalho da pessoa. “O fato da pessoa não ter trabalhado antes e ser de dentro da casa não é um fato depreciativo para sua capacidade de gestão. A gente sabe que tem ‘n’ problemas de gestão, não só no Ibama, como qualquer órgão público”, disse o presidente.

Por: Duda Menegassi
Fonte: O Eco

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *