Acre lança plano de recursos hídricos na Rio+20 e faz acordo com região da Malásia para proteção florestal

O governador do Acre, Tião Viana, lançou hoje (20), no Jardim Botânico, o Plano Estadual de Recursos Hídricos, em evento integrado à Conferência das Nações Unidas sobre o Desenvolvimento Sustentável, Rio+20. Na ocasião foi anunciada ainda a cooperação com o Departamento Florestal de Sabá, na Malásia, na área de florestas. Ambas as atividades tiveram o apoio e intermédio da organização não governamental (ONG) WWF-Brasil.

O plano estabelece ações nas diversas bacias hídricas da região e contou com a participação das comunidades locais. Segundo o secretário de Meio Ambiente do Acre, Edgar de Deus, mais de 2,3 mil pessoas participaram do processo de discussão do plano, que está em sua fase de implantação, na execução dos primeiros programas.

O governador chamou a atenção para a experiência do estado no manejo florestal, afirmando que “conhecemos e definimos nosso território, fizemos o arcabouço jurídico e, hoje, temos para mostrar, ao Brasil e ao mundo, um modelo que mostra que é possível habitar, produzir e preservar”.

Crítico, Viana destacou objetivos futuros de desenvolvimento sustentável. “Precisamos dar escala a essas atividades. Precisamos abrir os mercados aos nossos produtos, como o açaí, a pupunha, o cupuaçu e os nossos peixes. Mas sinto que os organismos internacionais estão esperando resultados, eles não querem ser responsáveis por esse processo”.

O acordo de cooperação entre o governo acreano e o governo da região malaia conhecida como Sabá também foi anunciado por ocasião do lançamento do plano de recursos hídricos. O diretor do Departamento Florestal de Sabá, Dakut Sam Mannan, chamou a atenção para o esforço dos malaios para reverter o histórico de desmatamento e degradação. “Temos mais de 3 milhões de hectares de florestas devastadas em nosso estado. Erramos, mas estamos tentando consertar isso. Ainda temos 53% de nossas florestas intactas, ao contrário de diversos outros países que acabaram com sua cobertura florestal”.

O lançamento do plano de recursos hídricos e a assinatura do acordo fizeram parte da programação do seminário Faça do Acre a sua Floresta – Acre Day. Na ocasião, o WWF lançou a publicação Uma Forma Diferente de Fazer Negócios: Primeiros Passos na Construção da Economia Verde no Acre, Brasil, e em Sabá, na Malásia.

Por: Guilherme Jeronymo*
Fonte: Agência Brasil – EBC
* Com informações da Agência Notícias do Acre
Edição: Lana Cristina

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *