Além do presidente, Banco da Amazônia troca dois diretores

A reestruturação da cúpula do Banco da Amazônia (Basa) não se limitou à troca do presidente, que teve a exoneração a pedido publicada ontem (8) no Diário Oficial da União. Em nota oficial, o Ministério da Fazenda anunciou a substituição de dois diretores da instituição financeira.
José Roberto de Lima e Nilvo Reinaldo Fries assumirão a Diretoria Comercial e de Distribuição e a Diretoria de Análise e Reestruturação do Basa, respectivamente. Eles substituirão Gilvandro Negrão Silva e Eduardo José Lima Cunha.
O ex-presidente Abidias José de Sousa Júnior comandava o Basa desde abril de 2007. Ele será substituído por Valmir Pedro Rossi, gerente regional do Banco do Brasil para a América Latina. No comunicado, o ministério elogiou a gestão de quase cinco anos do ex-presidente. “Abidias Souza exerceu com êxito o importante papel de fomentar o crescimento econômico sustentável da região amazônica”, ressaltou a nota.
De acordo com o Ministério da Fazenda, tanto Abidias Sousa como os dois ex-diretores alegaram motivos pessoais para deixar os cargos. A posse de Rossi e dos dois diretores está marcada para o próximo dia 18 em Belém (PA), onde fica a sede do Banco da Amazônia.
O Basa é uma instituição financeira federal, que tem como objetivo promover o desenvolvimento da região amazônica. O banco opera o Fundo Constitucional de Financiamento do Norte (FNO) e atende também com outras fontes de recursos como o Fundo de Desenvolvimento da Amazônia (FDA), o Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT), o Fundo da Marinha Mercante, o Orçamento Geral da União e recursos próprios.
Por: Wellton Máximo
Fonte: Agência Brasil – EBC
Edição: Fernando Fraga

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *