Amapá tem novo apagão na maior parte das cidades do estado

Dois meses após o primeiro apagão no estado, a região volta a ficar sem energia elétrica

Após passar por uma crise de energia elétrica dois meses atrás, segundo informações da Companhia de Eletricidade do Amapá (CEA), 13 de 16 municípios do Amapá voltaram a ficar sem energia pela terceira vez nesta quarta-feira (13) por volta das 16h.

A companhia informou que a interrupção não está relacionada a problemas com a distribuição. A Linhas de Macapá Transmissora de Energia (LMTE), empresa responsável pela principal subestação do Estado, localizada em Macapá, informou que sofreu uma ocorrência na linha de transmissão Macapá/Jari, que abastece a subestação, mas afirma já ter solucionado. A energia foi reestabelecida após 30 minutos do apagão, porém ainda há registros de que outras cidades continuam sem eletricidade.

O primeiro apagão no Amapá ocorreu no dia 3 de novembro de 2020, após um incêndio em uma subestação de Macapá, administrada pela LMTE que danificou 2 dos 3 transformadores existentes, 14 das 16 cidades do estado ficaram 22 dias sem energia elétrica, a luz chegou a ser distribuída durante o período, as regiões eram abastecidas através de um rodízio, depois de algumas horas a luz era cortada em determinado local, para que outras regiões passem a receber energia elétrica. Na época, moradores reclamaram que o rodízio foi realizado de forma desigual, com alguns locais recebendo energia por mais tempo que outros. O segundo apagão aconteceu no dia 17 de novembro do ano passado, quando mais de 200 mil moradores da zona norte de Macapá, capital do Amapá, ficaram sem luz.

POSICIONAMENTO DAS EMPRESAS LMTE

A Linhas de Macapá Transmissora de Energia informa que na tarde desta quarta-feira sofreu uma ocorrência na linha de transmissão de Laranjal à Macapá, que abastece sua subestação Macapá, e que a questão já foi resolvida.

A concessionária disponibilizou as linhas de transmissão instantaneamente (em um minuto), e portanto sua disponibilidade de suas instalações de transmissão foi normalizada. Tal evento ocorre diariamente no Brasil, e no caso particular expõe a fragilidade do sistema de energia do Amapá que não conta com redundância devido a questão de planejamento setorial.

A LMTE destaca que sua subestação Macapá e os três transformadores da subestação Macapá funcionam sem intercorrências.

CEA

A CEA informa que a interrupção do fornecimento de energia na tarde desta quarta-feira, 13, não tem relação com problemas de distribuição.

Foi identificado uma ocorrência na linha de transmissão no trecho Macapá/Jari. A Companhia aguarda as informações oficiais do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS).

Até o momento, o ministério de Minas e Energia (MME) e o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), não se pronunciaram sobre o ocorrido.

Fonte: Amazônia.org.br

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *