Brasil tem R$ 2,9 bi parados do Fundo Amazônia e pede mais dinheiro na Cúpula do Clima

Na cúpula do clima, Bolsonaro pede ajuda internacional para projetos de preservação ambiental

O presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, durante a cúpula do clima organizada pelo presidente dos EUA, Joe Biden, discursou e pediu “justa remuneração” por “serviços ambientais” prestados pelos biomas brasileiros, reafirmando a necessidade de apoio financeiro da comunidade internacional para a preservação da Amazônia.

Porém o país possui R$ 2,9 bilhões doados por Noruega e Alemanha, no âmbito do programa Fundo Amazônia, que há mais de dois anos está parado em uma conta bancária do governo federal. Desde o início do mandato de Jair Bolsonaro, nenhum programa de proteção da Amazônia foi financiado pelo fundo.

O governo brasileiro terá de encarar a chanceler alemã, Angela Merkel, e a primeira-ministra da Noruega, Erna Solberg, para informar qual será o destino da verba repassada ao Brasil.

Em entrevista ao jornal O Estado de S. Paulo, o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, culpou a Noruega pela paralisação do fundo. “O fundo está paralisado desde 2019 a pedido da Noruega, e não por decisão do Brasil.”

*Confira a matéria completa no Estadão

Fonte: Amazônia.org.br