Cantos da Amazônia: nova websérie faz um passeio pela natureza da floresta e da cidade sob a ótica da observação de aves

Beija-flor topázio-de-fogo macho, flagrado em Manacapuru, Amazonas
(Fotos: Marcos Amend)

Marcos Amend, fotógrafo de natureza, e Mario Cohn-Haft, ornitólogo, são amigos há muitos anos. E sempre que se encontravam – em geral, em expedições por paraísos espalhados pelo Brasil – declaravam o desejo mútuo de desenvolverem um projeto juntos para incentivar as pessoas, de qualquer lugar do país, a observar e reverenciar a natureza, principalmente por intermédio das aves.

Até que, em 2019, Marcos se casou com a documentarista Carolina Fernandes e mudou de Minas Gerais para a Amazônia, bem pertinho de Mario, em Manaus. Muito auspicioso para começar a construir os alicerces de seu sonho comum!

Então, veio a pandemia do novo coronavírus. E também veio Caetano, o primeiro filho de Marcos e Carolina. E, pra não enlouquecerem dentro de casa, os dois amigos começaram a passarinhar e não perderam mais tempo: decidiram dar vazão à vontade de divulgar a diversidade, o comportamento e a interação das aves com o ambiente amazônico.

Marcos, Carolina, Mario e o pequeno Caetano, que já se encanta com as aves no entorno de casa

Hoje, 3 de fevereiro de 2021, lançam o projeto Cantos da Amazônia, uma websérie de filmes curtos, que serão divulgados a cada quinze dias no You Tube.

A cada episódio, os idealizadores farão um passeio pela natureza da floresta conduzido pela prática da observação de aves – birdwatching -, apresentando a infinidade de espécies que vivem tanto no recôndito mais remoto da floresta, quanto nos ambientes urbanos.

Natureza acessível

Araçari-negro flagrado por Marcos Amend em Manaus, em janeiro de 2020

“As aves estão por toda parte, basta ter um pouquinho de disposição para notá-las. E elas formam um universo fascinante”, declara Mario, que é pesquisador do INPA – Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia e o apresentador da nova série.

“Cada espécie tem inúmeras histórias e características únicas, curiosidades e detalhes de seu relacionamento com a natureza e com os ambientes modificados pela humanidade, como as cidades. É isso que queremos mostrar”.

Marcos Amend fotografou esta Rendeira macho em Manaus, em julho de 2020

Para Marcos, documentários são uma ótima forma de atrair adeptos, não só para a observação de aves, mas também para a conservação:

“Meu ideal com a fotografia sempre foi mostrar que há natureza acessível a todos. Quero que as pessoas sintam vontade de conhecer os lugares por onde a gente passa. Quanto mais a sociedade se perceber integrada às paisagens, plantas e bichos, mais engajamento teremos na proteção das áreas naturais”.

Em 2017, ele contou sobre isso no blog Por Trás das Câmeras (que compartilha com outros cinco fotógrafos, aqui, no Conexão Planeta) e convidou os leitores para registrar a natureza onde ela está.

Fluidez, simplicidade e bom humor

Marcos, durante as filmagens, com a ornitóloga e assistente científica da websérie, Priscila Diniz

E Mario e Marcos estão muito bem acompanhados na nova jornada pela documentarista Carolina Fernandes – que apresentei no início deste post -, também apaixonada pela natureza. Ela conta que o clima descontraído e a linguagem simples tornam os documentários ainda mais complexos.

“Aproveitamos a experiência do Mario e a energia da nossa assistente científica, Priscilla Diniz, para construir roteiros com temas bem definidos e uma riquíssima e rigorosa pesquisa científica por trás, sem perder a fluidez, a simplicidade e o bom humor”.

O Pica-pau-de-banda-branca fêmea cavando ninho em tronco de buriti não escapou das lentes de Marcos Amend em Manaus

Os cinco primeiros episódios da websérie foram produzidos com recursos da Lei Aldir Blanc, por meio de edital da Manauscult e serão divulgados a partir de 17 de fevereiro, quinzenalmente. E sempre faz parte de cada episódio um bate-papo com os integrantes da equipe.

‘Live de lançamento

Hoje, para o lançamento foi produzido um teaser lindo (que você pode assistir no final deste post) e saber tudo sobre o projeto durante a live com Mario, Marcos, Carolina e Priscila, conduzida pela jornalista e apresentadora Aline Midlej.

O encontro será transmitido às 20h pelos canais no YouTube da Avistar e do Cantos da Amazônia e também no Instagram de ambos: Cantos da Amazônia e Avistar.

Agora assista ao trailer para entender um pouco melhor este projeto lindo:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *