“Colorindo a luta em defesa dos territórios”: Indígenas lançam manifesto LGBTQIA+

Pela primeira vez, o Acampamento Terra Livre, mobilização indígena que acontece até o dia 14 em Brasília, dedicou um dia inteiro para debater temas da comunidade LGBTQIA+. Durante a plenária os indígenas lançaram o manifesto “Colorindo a luta em defesa dos territórios” pedindo respeito e visibilidade para o tema.

“Levando em consideração a realidade do Brasil, – o país que mais mata pessoas Travestis e Transsexuais no mundo, registrando pelo menos uma morte por LGBTIfobia a cada 23 horas – falar da existência de corpos indígenas LGBTI+ denunciar a dupla violência que sofremos cotidianamente. É falar de sobrevivência”, diz o documento.

Leia o manifesto na íntegra

A programação do acampamento também contou com uma marcha contra o garimpo ilegal e o Projeto de Lei 191, que pretende autorizar a exploração de matérias primas dos territórios tradicionais.

Sobre o ATL

O Acampamento Terra Livre teve início nesta segunda-feira (04) e vai acontecer até o dia 14. Confira a agenda oficial da mobilização no site da APIB e acompanhe também os principais destaques do ATL por aqui.

Fonte: Amazônia.org.br