Comunidades indígenas estão isoladas após chuvas em São Félix do Xingu

Depois das chuvas do dia 15 de abril, as comunidades indígenas na cidade São Félix do Xingu, sudeste do Pará, permanecem isoladas porque até a Defesa Civil encontra dificuldades nas estradas que chegam até as regiões afetadas.

Foto: Divulgação

Dez dias após as fortes chuvas, as vias de acesso para as aldeias Kamotio, Pykatum, Kramaiti e da aldeia Kenopyre estão interditadas por conta da água e da lama. De acordo com o coordenador dos Kayapos do sul do Pará, “as moradias tiveram que ser cobertas por lonas por conta da falta de bica das palhas, para a água não invadir dentro das residências.”

As chuvas registradas no dia 15, tiveram ventos de até 130km por hora, segundo o site do Instituto Nacional de Meteorologia (INMET). Algo que não costuma acontecer na região, já que o clima para este período do ano não costuma ter chuvas e é considerado o “verão amazônico”. 

Para ajudar essas comunidades indígenas que estão isoladas, e cerca de outras 35 mil pessoas também atingidas pelas chuvas, a Amigos da Terra – Amazônia Brasileira criou uma “vaquinha” online para arrecadar fundos para compra de kits humanitário como itens de higiene, alimentos básicos, água, fraldas e até ração para animais domésticos. Os valores arrecadados serão entregues à Defesa Civil da cidade para atendimento às famílias atingidas.

*Matéria atualizada as 16:58 para acréscimo de informações

Fonte: Amazônia.org