Edmilson Rodrigues (PSOL), prefeito de Belém, passa por procedimento para conter hemorragia

Ele ficou 12 dias hospitalizado para receber cuidados contra covid; remédio do pós-covid pode ter causado complicação

Foto divulgada no dia 19 de outubro, quando o prefeito recebeu alta – Joyce Ferreira/Comus/Prefeitura de Belém

Na manhã desta segunda-feira (25), o prefeito de Belém Edmilson Rodrigues, de 64 anos, passa por um procedimento laparoscópico para cauterização e contenção de sangramento residual na caixa torácica, uma caixa óssea formada pelo esterno, costelas e coluna vertebral, que protege os pulmões e os outros órgãos no tórax.  

Segundo o boletim médico, divulgado por volta das 8h de hoje e compartilhado pela assessoria de imprensa da prefeitura de Belém, constatou-se a necessidade do procedimento, depois que foi identificado o sangramento, por meio exames de imagem e laboratoriais realizados na noite do último domingo (24). O documento diz ainda que o prefeito se encontra em boas condições e respirando espontaneamente. 

Vacinado com duas doses de um imunizante contra a covid-19, o prefeito testou positivo para a doença no dia 1º de outubro. A recuperação iniciou em casa, no entanto, houve a necessidade de internação no dia 6 de outubro, quando o prefeito ocupou um leito do Sistema Único de Saúde (SUS), no Hospital da Beneficente Portuguesa. No dia 19 de outubro recebeu alta, após 12 dias de internação. 

Vale reforçar que nenhum imunizante contra nenhuma doença impede o contágio. No entanto, elas são fundamentais para evitar o agravamento da doença.  

O retorno ao hospital 

No sábado (23), Edmilson voltou a ser hospitalizado depois de apresentar fortes dores nas costas. Ele foi submetido, de imediato, a um procedimento médico bem sucedido, para drenar uma hemorragia localizada na caixa torácica ou cavidade torácica. O procedimento foi realizado com sedação e anestesia local. O pós-operatório é realizado em um leito de Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

Segundo o boletim médico, a hemorragia foi causada por uma contratura muscular, que é quando o músculo faz a contração de maneira incorreta e não retorna ao seu estado normal de relaxamento. Esse fato foi facilitado pelo uso de medicamentos e anticoagulantes necessários ao tratamento pós-covid.    

Doação de sangue 

O procedimento cirúrgico exigiu que o prefeito precisasse fazer transfusão de uma quantidade considerável de sangue. Com isso, foi lançada uma campanha de doação de sangue para o prefeito que é do tipo A negativo. 

As doações de sangue acontecem no Instituto de Hematologia e Hemoterapia de Belém (Hiebe), localizado em Belém, capital do Pará, na Travessa Mauriti, 3085. O instituto funciona de segunda à sexta, das 7h30 às 18h, e aos sábados, das 8h às 12h. 

Veja abaixo a linha do tempo do tratamento de Edmilson Rodrigues (PSOL) 

1º de outubro: testa positivo para a Covid-19  

6 de outubro: é internado em um leito do Sistema Único de Saúde (SUS), no Hospital da Beneficente Portuguesa 

19 de outubro: recebe alta, após passar 12 dias internado. 

23 de outubro: retorna ao hospital após apresentar fortes dores nas costas e realiza drenagem de uma hemorragia localizada na caixa torácica ou cavidade torácica. 

24 de outubro: constata-se a necessidade de procedimento laparoscópico para cauterização e contenção de sangramento residual na caixa torácica, por meio exames de imagem e laboratoriais. 

**Com informações da Agência Belém, assessoria da prefeitura de Belém

Por: Catarina Barbosa
Fonte: Brasil de Fato