Em evento, Bolsonaro comemora redução de 80% das multas do Ibama

“Nós reduzimos em mais de 80% as multagens no campo”, disse o presidente, que creditou ao ex-ministro Salles e à ministra da Agricultura, Teresa Cristina, as boas medidas para o campo

Durante a abertura de um evento sobre crédito agrícola do Banco do Brasil, realizado na segunda-feira (17), o presidente da República, Jair Bolsonaro (PL) comemorou a queda de 80% de multas ambientais em propriedades rurais. Para Bolsonaro, isso demonstra o compromisso do governo com o agronegócio. 

“Paramos de ter grandes problemas com a questão ambiental, especialmente no tocante à multa. Tem que existir? Tem. Mas conversamos e nós reduzimos em mais de 80% as multagens no campo”, disse, em uma fala de pouco mais de 9 minutos. 

Durante o discurso, Bolsonaro enfatizou o que fez pelo setor agropecuário nos últimos três anos. Além da drástica diminuição das multas ambientais, trabalhou para não demarcar nenhuma terra indígena e defendeu que o marco temporal seja considerado constitucional para que nenhuma nova terra indígena seja criada no futuro. Além de ter escolhido dois ministros aliados do homem do campo, Ricardo Salles, do Ministério do Meio Ambiente (exonerado em junho de 2021), e Tereza Cristina, da Agricultura, a quem chamou de “fantástica”.

Salles saiu do governo após ser alvo de dois inquéritos sobre favorecimento de madeireiras. 

Fonte: O Eco