Governador do Amazonas é convocado para depor em CPI da Covid, mas não comparece por causa de onda de ataques no estado

O governador do estado do Amazonas, Wilson Lima (PSC), foi convocado para depor na CPI da Covid, que acontece desde abril para investigar supostas omissões e irregularidades nas ações do governo durante a pandemia do coronavírus no Brasil. Porém a ministra Rosa Weber, do Supremo Tribunal Federal (STF), autorizou o governador a não comparecer à CPI.

Nesta quinta-feira (10), dia marcado para o depoimento, Wilson informou que não comparecerá à CPI por conta da onda de ataques ocorridos pelo Comando Vermelho (CV) no Amazonas no fim de semana. Segundo Lima, ele está coordenando uma operação em resposta aos ataques, que já resultaram em mais de 40 presos em todo o estado.

Em janeiro, o estado do Amazonas sofreu com a falta de oxigênio hospitalar para pacientes internados com Covid-19. A capital já enfrentava um aumento progressivo no número de casos da doença desde dezembro, isso fez com que o estado declarasse um colapso no sistema de saúde.

Fonte: Amazônia.org.br