IPAM lança concurso de fotografia Amazoniar

A iniciativa faz parte do projeto Amazoniar e as inscrições estão abertas até 24 de outubro de 2021; confira o edital e saiba como participar.

O IPAM (Instituto de Pesquisa Ambiental da Amazônia) lança hoje o concurso de fotografia Amazoniar, com o tema geral “Amazônia pelo Planeta”. A iniciativa faz parte do projeto que leva o mesmo nome e chega ao seu terceiro ciclo, cujo foco é “Cultura e arte dos povos indígenas da Amazônia como forma de resistência” e acontecerá entre setembro e outubro deste ano.

O concurso está aberto para pessoas de qualquer idade e nacionalidade, e tem como objetivo principal incentivar o registro de realidades da Amazônia, além da produção cultural e artística na região.

Os candidatos deverão submeter suas fotos para uma das quatro categorias deste concurso:

• Ciências da terra – imensidão da Amazônia, seus rios, tipo de formações vegetais, sua riqueza natural e mineral.

• Herança cultural – peculiaridades da cultura, dos conhecimentos tradicionais milenares dos povos da floresta amazônica.

• Conservação – esforços e os resultados de conservação florestal na Amazônia.

• Biodiversidade – fauna e flora da Amazônia em seu ambiente natural.

As imagens devem ter sido produzidas em território amazônico, em um dos nove países que a floresta atravessa: Bolívia, Brasil, Colômbia, Equador, Guiana, Peru, Suriname, Venezuela e Guiana Francesa. As inscrições devem ser feitas neste formulário e se encerram em 24 de outubro de 2021 .

O IPAM está formando uma comissão de jurados, que selecionará 20 fotografias, sendo cinco de cada categoria. Como reconhecimento, os vencedores terão fotos exibidas, em formato digital ou por meio de projeção, em Glasgow, na Escócia, durante a Conferência das Partes da Convenção da ONU sobre Mudança Climática (COP 26), e no Museu do Amanhã, no Rio de Janeiro, ao lado de exposição com previsão de inauguração no fim do ano.

Confira todas as regras no edital .

Sobre o Amazoniar

O Amazoniar é uma iniciativa do IPAM para promover um diálogo global sobre a floresta amazônica e sua influência nas relações entre o Brasil e o mundo.

O primeiro ciclo da série focou nas relações comerciais entre Brasil e Europa. O segundo teve como foco os povos indígenas e o seu papel como principais aliados no combate ao desmatamento e na conservação da floresta, sua contribuição para a ciência e para a cultura, bem como seu impacto no desenvolvimento sustentável da região.

O terceiro ciclo do Amazoniar tem como tema “Cultura e arte dos povos indígenas da Amazônia como forma de resistência”. Serão quatro encontros entre setembro e outubro de 2021, todos organizados na plataforma Zoom, em português e inglês. Inscreva-se para os próximos:

23/09 às 10h (Brasília) – Ouça essa história: a riqueza da literatura e das lendas indígenas

07/10 às 10h (Brasília) – Vozes indígenas: cantos tradicionais e atuais e como se misturam

21/10 às 10h (Brasília) – Perspectiva indígena: os povos tradicionais através da fotografia e do audiovisual

Fonte: Assessoria IPAM