Janot denuncia deputado federal Carlos Bezerra por falsidade ideológica

O deputado é acusado de omitir informações e inserir informações falsas em prestação de contas da campanha de 2010
O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, enviou ao Supremo Tribunal Federal (STF) denúncia contra o deputado federal Carlos Gomes Bezerra (PMDB/MT) por falsidade ideológica (artigo 299, caput, do Código Penal).
Segundo a denúncia, três pessoas trabalharam na campanha do candidato em 2010, sem que os serviços tenham sido declarados na prestação de contas. O deputado também teria omitido da prestação de contas o fornecimento de combustível para cabos eleitorais. Além disso, a prestação de contas traz recibos eleitorais de prestação de serviço de uma pessoa que jamais trabalhou na campanha, conforme comprovam os depoimentos prestados no Inquérito 3.128-MT.
De acordo com o PGR, a omissão de informações e a inserção de informações inverídicas na prestação de contas da campanha é crime previsto no artigo 299, caput, do Código Penal.
Caso o STF aceite a denúncia, será aberta ação penal contra o deputado.
Fonte: MPF – Ministério Público Federal

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *