Japoneses cobram medidas para incentivar exportações no Amazonas

As empresas japonesas somaram 20% do faturamento do PIM e 19% dos empregos gerados em 2015, com 41 empresas cadastradas na Suframa

– Representantes da Câmara de Comércio e Indústria Nipo-Brasileira do Amazonas (Kaigisho) entregaram à superintendente da Superintendente da Zona Franca de Manaus (Suframa), Rebecca Garcia, um documento com as principais solicitações dos empresários japoneses referentes à exportação, bem como as principais dificuldades das empresas no Polo Industrial de Manaus (PIM), levantadas por meio de enquete com os associados.

O encontro aconteceu na tarde desta quarta-feira (27), durante a primeira reunião anual do grupo e contou com a participação do cônsul geral do Japão em Manaus, Kazuo Yamazaki, do vereador e presidente da comissão da Indústria e Comércio da Câmara Municipal de Manaus, Massami Miki, de empresários e demais convidados. “Não é bem uma solicitação para a Suframa, mas gostaria que a autarquia também entendesse as dificuldades enfrentadas pelas empresas”, explicou o presidente da Câmara, Hajime Ushida.

Após receber o documento, a superintendente Rebecca Garcia ressaltou a importância dos investimentos japoneses no PIM e garantiu que a equipe técnica da autarquia à disposição da Câmara para estreitar a discussão acerca das melhorias solicitadas e alavancar as exportações. “A Suframa vê a colônia japonesa como um dos principais parceiros do modelo Zona Franca de Manaus (ZFM) e viemos aqui ouvir as demandas de vocês. Aproveito para informar que a equipe da Coordenação-Geral de Comércio Exterior da autarquia já está preparando, em breve, uma visita nas principais empresas do PIM para ouvir que pontos precisam ser abordados dentro do governo federal para que facilitemos a exportação da nossa região para o resto do mundo”, explicou Rebecca.

Segundo dados da Câmara, as empresas japonesas somaram 20% do faturamento do PIM e 19% dos empregos gerados em 2015, com 41 empresas cadastradas na Suframa, sobretudo, dos segmentos de Duas Rodas (bem final e componentistas), Eletroeletrônico, Farmacêutico e Relojoeiro.

Incremento nas exportações

A superintendente ressaltou, ainda, que o momento é extremamente oportuno para discutir as possibilidades de exportação, uma vez que acabou de ser instalado no Amazonas o comitê gestor do Plano Nacional da Cultura Exportadora e o MDIC (Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior) criou, também, um Grupo de Trabalho da ZFM com foco em exportação. “O primeiro encontro do Grupo de Trabalho acontecer em Brasília ainda esta semana e a Suframa está levando várias propostas”, afirmou.

Ao final do evento, o presidente Ushida já sinalizou a intenção de agendar novo encontro com a Suframa após a reunião de Brasília, para dar continuidade às discussões acerca do tema junto aos associados.

Por: Lucas Câmara
Fonte: Jornal do Commercio 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *