Moraes pede manifestação da PGR sobre pedido de prisão em flagrante de Ricardo Salles

Procurador-Geral da República também terá que opinar sobre afastamento do ministro. Pedido foi motivado por Salles não entregar o celular mesmo com decisão do STF

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal, encaminhou ao Procurador-Geral da República, Augusto Aras, pedido para que se manifeste sobre o afastamento e prisão em flagrante do ministro de Meio Ambiente, Ricardo Salles, alvo de operação da Polícia Federal no dia 19 de maio, acusado de facilitar a exportação de madeiras ilegais. Na ocasião, Salles não entregou o celular aos investigadores, apesar da ordem judicial incluir o aparelho. 

A denúncia sobre a não entrega do celular de Ricardo Salles à PF é do Jornal Nacional, da TV Globo, que repercutiu uma reportagem exclusiva do Jornal O Globo. Na ocasião, a defesa de Salles afirmou que não houve pedido da PF para que ele entregasse o celular. A advogada Cibele Berenice Amorim entrou com um pedido no âmbito do processo da Operação Akuanduba solicitando que o ministro respondesse por improbidade administrativa ao não entregar o celular. Antes de decidir, o ministro Alexandre de Moraes pediu a manifestação da Procuradoria-Geral da República (PGR), que deverá responder em até 5 dias úteis.

Fonte: O Eco/Salada Verde