Polícia Ambiental de RO aplica quase R$ 100 milhões em multas em 2019

Balanço foi divulgado no fim de semana. Polícia diz que apreendeu 13 mil metros cúbicos de madeira no ano passado.

Multas foram por crimes contra a fauna e a flora — Foto: Victor R. Caivano/AP
Multas foram por crimes contra a fauna e a flora — Foto: Victor R. Caivano/AP

A Polícia Militar Ambiental (PMA) de Rondônia aplicou quase R$ 100 milhões em multas por crimes contra a flora e fauna ao longo de 2019. As principais autuações são por exploração ilegal de madeira e queimadas.

Os dados foram divulgados pela PMA no fim de semana. Segundo a polícia, em um ano foram mais de 1,4 mil infrações ambientais no estado, resultando na condução de 535 pessoas.

A Polícia Ambiental afirma que, no último ano, os agentes apreenderam mais de 13 mil metros cúbicos de madeira, extraídos clandestinamente.

Abaixo, confira o balanço da PMA-RO referente ao período de janeiro a novembro de 2019:

  • 829 crimes ambientais
  • 1.480 infrações ambientais
  • R$ 98 milhões em multas aplicadas
  • 535 pessoas conduzidas por crimes ambientais

Ainda segundo a polícia, as ocorrências atendidas pelas guarnições resultaram nas apreensões de:

  • 13 mil metros cúbicos de madeira
  • 47 dragas
  • 48 embarcações
  • 522 veículos
  • 19.521 quilos de peixe
  • 518 animais silvestres

Uma das apreensões feitas pela PMA foi no rio Guaporé, entre a Fazenda Ilha das Flores e a comunidade de Pedras Negras, quando 680 quilos de pescado eram transportados ilegalmente. Os peixes apreendidos foram doados.

No ano passado ainda teve a descoberta de um garimpo instalado dentro da Terra Indígena Igarapé Lourdes, em Ji-Paraná (RO). Cinco homens acabaram presos pela PMA.

Garimpo foi descoberto pela PMA em reserva indígena de Ji-Paraná — Foto: PMA/Divulgação
Garimpo foi descoberto pela PMA em reserva indígena de Ji-Paraná — Foto: PMA/Divulgação

Por: Jônatas Boni
Fonte:
G1

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *