Proposta de renda mínima de prefeito do PSOL será votada na quinta (7) em Belém

Os 35 vereadores da capital paraense votarão o projeto em sessão extraordinária on-line e semipresencial

O programa concederá até R$ 450 a pessoas em situação de extrema pobreza, priorizando famílias lideradas por mães solteiras. Na foto, mãe e filho na comunidade da Vila da Barca, em Belém – Catarina Barbosa/Brasil de Fato

Nesta quinta-feira (07), os 35 vereadores eleitos em Belém, capital do Pará, irão votar o projeto de combate à fome proposto pelo prefeito Edmilson Rodrigues (PSOL). A votação ocorrerá às 9h no Plenário Lameira Bittencourt, em sessão extraordinária on-line e semipresencial.

O projeto de lei intitulado “Bora Belém” é destinado a pessoas em situação de extrema pobreza. De acordo com a Prefeitura de Belém a estimativa é investir pelo menos R$ 30 milhões no programa para atender pessoas em situação da vulnerabilidade, agravada pela pandemia da Covid-19.

O projeto foi formalmente protocolado na última segunda-feira (04) e segundo a Prefeitura de Belém o objetivo é ir além da base do Cadastro Único, mas fazer “busca ativa” de pessoas em situação de extrema pobreza nos bairros.

Por: Catarina Barbosa
Fonte: Brasil de Fato

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *